Últimos assuntos
» EVENTO - JOGOS OLÍMPICOS
Hoje à(s) 4:46 pm por Hipnos

» MNM - Conchas de Coleção - Alessandro Novak
Qui Ago 17, 2017 1:39 pm por Hipnos

» MVP - A Garoupa - Jesse Diniz
Qui Ago 17, 2017 1:30 pm por Hipnos

» MNM - Flores noturnas - Agnes Walker
Qui Ago 17, 2017 1:53 am por Agnes Walker

» ★ Flores de Fogo ~
Qui Ago 17, 2017 1:31 am por Ace Kurama

» MNM- Confusão das poções- Carter Murdock
Qui Ago 17, 2017 1:21 am por Carter Murdock

» ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦
Qua Ago 16, 2017 5:24 am por River Knowles

» Estábulos do Acampamento - atualizado 16/09
Seg Ago 14, 2017 3:39 pm por Agnes Walker

» Campos de Morango - ATUALIZADO 21/12
Seg Ago 14, 2017 3:30 pm por Agnes Walker

Irmãos
3 de 5
Créditos
» Skin obtenido de Captain Knows Best creado por Neeve, gracias a los aportes y tutoriales de Hardrock, Glintz y Asistencia Foroactivo.
» Demais Créditos ao fórum e a Mayu Amakura da Lotus Graphics.
Elite
6 de 9
Parceiros
27 de 33

♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Panteão em Ter Maio 24, 2016 6:38 pm



ESPADAS & FLORETES
Round 1!
Nesta parte da arena, se encontra as espadas, sabres, floretes, espadões e espadas de cavaleiro, enfileiradas num canto, próximas a bonecos de palha. Se não quiser treinar sozinho, você poderá usar um dos instrutores do local para incrementar o treinamento, além de socializar com os mesmos. Aqui se encontra o instrutor de espadas Lacaile, um sátiro albino, rápido e muito sério, que não mede esforços pra treinar bons lutadores. Para saber mais sobre ele, basta entrar na biblioteca, na Área de NPCs.

Cada Treinamento, rende no máximo 100XP, distribuídos da seguinte forma: Narrativa (20XP), Criatividade (20XP), Gramática (20XP) e Habilidade com Arma (20XP). Caso use o NPC, este rende o restante de XP para completar os 100XP.
Bom treinamento.  


avatar
Mensagens : 296
Ver perfil do usuário http://godlikeheroes.forumeiros.com.pt
PanteãoDeuses

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Ace Kurama em Dom Jun 26, 2016 3:50 pm

Desta vez tinha decidido treinar a minha habilidade na espada e para isso, teria que visitar o treinador Lacaile, assim que eu chego vejo dois alunos no chão feridos assim que eles se levantam sai em logo a coxear, eu sorrio e falo para o Lacaile pegando numa espada de madeira -Então vamos treinar com espadas de madeira. Ele sorri e responde – Porque preferias que fosse com espadas reais.
-Sim eu ate trouxe a minha.
Eu desembainho uma espada negra como as sombras e vermelha como o sangue que estaria nas minhas costas.
Antes que Lacaile possa dizer algo eu corro logo para cima dele, faço um ataque na horizontal no seu peito mas ele desvia-se a tempo deixando apenas um pequeno corte, assim que ele ve o sangue no corte a escorrer ele fala – Entendo eu sabia que essa espada não era uma qualquer mas nunca pensei que fosse assim tão especial, o aspecto dela diz tudo e a sua lamina emana uma espécie de onda de calor, eu consigo sentir no meu peito esse calor, diz me onde conseguiste essa espada.
Eu olho para o treinador e depois olho para a minha espada porque era a primeira vez eu ouviria tanto sobre ela e respondo: - Foi um dos presentes Herdados pelo meu pai.
Lacaile sorri mas depois de o sorriso demonstra uma cara mais seria – Isto e raro de se ver, Filho de Hades pois bem. então não irei me segurar mais.
Ele usa a sua velocidade e num instante desaparece e depois aparece atrás de mim com uma espada real na sua mão e antes que eu pudesse me defender ele faz me um corte não muito profundo no peito em troca daquele que eu fiz a ele, eu retalio com um ataque na vertical fazendo um pequeno corte na cara do sátiro que logo de seguida ele faria a mesma coisa em mim, ele estaria a gostar deste treino tanto quanto eu, as nossas agilidades, reflexos e velocidades eram um tanto parecidas apesar da minha ainda estar destreinada mas ainda assim daria para me desviar de golpes que seriam fatais para mim, sempre que eu fazia um corte nele eu faria em mim igual mas tudo pequenos cortes e poucos profundos devido a nossa velocidade, eu movimentava defendia um golpe dele e em seguia fazia um corte no braço, ele defendia os meu ataques e em seguida cortava me o braço e a perna.
E por fim ambos de nãos ficaríamos exaustos e com alguns cortes no corpo.
-Nunca ouve ninguém que conseguisse me fazer tanto dano assim e muito menos defender e desviar dos meus golpes eu realmente estou surpreso contigo, e ainda por cima conseguiste acompanhar a minha velocidade com a tua, ok por hoje chega vai descansar que eu também preciso
Dizia o Lacaile enquanto iria-se embora do ringue.
Na qual eu respondo enquanto saio do ringue também.
-Ok mas eu voltarei assim que estiver curado.


AVALIAÇÃO

A construção do teu texto está um pouco melhor, mas você tem uma ótima criatividade. Parabéns!

♦ NARRATIVA 10/20
♦ CRIATIVIDADE 15/20
♦ GRAMÁTICA 5/20
♦ HABILIDADE 8/20
♦ NPC 15/20
                        
TOTAL 53/100 

avatar
Mensagens : 168
23
Ver perfil do usuário
Ace KuramaFilhos de Hades

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Maya Blackstrand em Seg Jun 27, 2016 9:01 pm

LITTLE FISH IN A BIG SEA

Acordei bem cedo na manhã seguinte do dia em que cheguei ao Acampamento. “Nossa, como está quente.” Pensei, retirando o edredom que me cobria. Tinha dormido tão abruptamente no dia anterior que não reparei que não havia ligado o ventilador ou ar-condicionado. Levantei-me, tomei um banho frio e rápido, e comecei a preparar-me para meu primeiro treino. A Espada de Marés, presente dado por meu pai, recostava em uma mesa de cabeceira, ao lado de minha cama. Resolvi leva-la comigo, talvez eu tivesse alguma chance de treinar com uma espada real, e não uma de madeira. Coloquei meus sapatos e saí do Chalé. O amanhecer já havia acontecido, mas poucas pessoas andavam pelo local. Resolvi deixar o café da manhã para depois e direcionei-me para o Campo de Treinamento.
Ao chegar ao local da arena especificado para essa área de treinamento, deparei-me com um sátiro albino, com olhos da cor de sangue. Assustei-me e, sem intenção, solucei (eu costumo soluçar quando me assusto, é totalmente involuntário).
- O que foi semideusa? – ele perguntou, desembainhando sua espada. – Assustou-se comigo?
- Desculpe-me... Nunca tinha visto alguém com essa cor dos olhos... – eu respondi, tentando me desculpar. Só havia nós dois no local, e ele parecia olhar-me de cima a baixo.
- Você é nova por aqui? Não acredito que tenha a visto anteriormente. – ele perguntou, franzindo a testa.
- Sim, cheguei ontem. Vim aqui pra treinar minha habilidade com a espada. E você também, devo imaginar?
- Ele riu de mim, mas sua expressão logo voltou a ficar dura. – É claro que não, semideusa. Eu sou treinador deste campo, meu nome é Lacaile.
Eu sorri com o meu engano e me apresentei, enquanto desembainhava minha espada: - Ah, então será que você pode me ajudar, sou nova nisso e... – Em milésimos de segundos, uma espada de madeira se encontrava a poucos centímetros de meu pescoço.
- Primeira regra: Nunca baixe a guarda. – Ele disse, tirando a espada de perto do meu pescoço. Naquele momento, uma onda de adrenalina percorreu o meu corpo, e eu terminei de desembainhar minha espada. – Não, primeiro com essa aqui. – e ele me deu a espada que ele estava segurando, enquanto pegava outra, também de madeira. – Você é novata, tem grandes chances de se machucar com uma espada real.
- Tudo bem. – eu respondi, guardando a Espada de Marés.
Esforcei-me para defender de seus fortes ataques, mas foram poucos os que os sucedi efetivamente. Ele era muito rápido, o que me fazia ter que aumentar minha concentração ao máximo. Porém, com um golpe ágil, ele derrubou minha espada.
- Gire levemente a espada quando for bloquear um golpe. – ele disse, pegando a espada e devolvendo-a a mim. - E relaxe um pouco, é normal ficar tenso durante um combate, mas é preciso se esforçar para manter a calma, deixar os músculos soltos, e controlar a respiração. A tensão impede que você aja com velocidade, e isso pode ser fatal. – ele continuou, entrando em posição de ataque.
Acenei com a cabeça, o respondendo. Dessa vez, me saí bem melhor. Enquanto ele atacava e eu defendia, resolvi utilizar o ambiente para me dar vantagem. Como sabia que ele era mais habilidoso que eu e não seria fácil vencê-lo, fingi que estava cansada e me virei em direção oposta ao sol, fazendo com que o sol ficasse na direção de seu rosto, o que o fez momentaneamente cerrar os olhos. Aproveitando a situação, pus toda a minha força em um golpe focado e, com alguma sorte, consegui desembainhá-lo, jogando sua espada no chão.
O sátiro sorriu, acenando com a cabeça. – Muito bem, você utilizou o meio ambiente para me derrotar, é uma técnica criativa e bem útil. – mas, como anteriormente, sua expressão voltou a se neutralizar. - Mas não é o suficiente. Você teve muita sorte desta vez, mas é um começo. Se você se empenhar mais do que o suficiente, talvez possa vencer-me sem a ajuda de raios solares. – ele disse, mantendo a expressão neutra, mas seus olhos indicavam contentamento. Eu sorri, alegre com o treinamento bem-sucedido, e o agradeci pela aula.
Saí da arena e fui buscar algo para comer, pois afinal, aquele treinamento havia me desgastado bastante.

◦◦◦



AVALIAÇÃO

Seu texto está bom.

♦ NARRATIVA 14/20
♦ CRIATIVIDADE 15/20
♦ GRAMÁTICA 18/20
♦ HABILIDADE 15/20
♦ NPC 15/20
                        
TOTAL 77/100 

avatar
Mensagens : 11
17
Ver perfil do usuário
Maya BlackstrandFilhos de Poseidon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Cécile L. Macvoy em Sab Jul 30, 2016 2:49 am




Treino
I'm a daughter of lightning.


QQuando fui saindo do chalé de Zeus já sabia que o meu dia não iria ser muito calmo e sendo assim passei no chalé de Ares e vi que alguns semideuses iam de encontra ao campo de treinamento e eu logo pensava comigo mesmo sobre meu treino. Minha cabeça estava cheia de coisas para treinar e eu saberia que teria um treinador ali para poder me instruir, assim que adentrei o campo de treinamento pude ver um sátiro ali para e ao olhar bem, pensei em desistir.

-Senhorita Macvoy venha já até aqui! – Dizia o mesmo ao me ver de longe. -Sim senhor! – Dizia um pouco insegura e logo ao olhar para o mesmo ele sorri. -Eu sei que veio aqui para treinar, mas nunca imaginou que eu fosse o treinador em espadas, não é? – Perguntava ele rindo e meu olhar logo se virou para minha espada. –Não mesmo, mas eu vou treinar mesmo assim! – Dizia ao puxar minha espada, mas eu não fui rápida o bastante e logo Lacaile para minha espada e começa a empurrá-la.

Não consegui aguentar e logo dei um salto mortal para trás tentando me mantei longe, mas isso era algo impossível e sem que eu percebesse o mesmo já estava atrás de mim e logo apontou a sua espada para as minhas costas, no susto acabo me virando com a espada em mão. -Vamos lá tente me vencer senhorita Macvoy! – Dizia o sátiro dando uma invertida em mim e quando tentei me desviar percebi que o mesmo havia conseguido me machucar um pouco.

Tentei logo em seguida lhe contra-atacar e assim que investi contra ele não tive chance e minha espada foi tirada de minha mão por frações de segundos, o mesmo vinha para minha direção e eu precisava de minha espada para poder continuar, mas ele era muito rápido e sendo assim tinha que ter um jeito para que eu conseguisse pará-lo por uns segundos para que eu pudesse pegar minha espada.

Olhava ao meu redor analisando o local com muito cuidado para ver o que eu poderia fazer, foi então que olhei para o chão e segundos depois pegava um pouco de areia que tinha ali e logo jogava em Lacaile para cegá-lo temporariamente, assim que consegui abri um sorriso e corri para minha espada e assim que a peguei vi o sátiro ao meu lado. -Golpe sujo! – Dizia ele investindo sua espada para mim e eu por impulso subi a minha, o sátiro fazia força tentei pensar em algo e assim que vi suas pernas vulneráveis disse. -Olha quem fala! – Dizia logo lhe dando uma rasteira em seguida mirando a espada em sua garganta e em seguida saindo do campo de treino. -Bom treino, professor! – Dizia em quanto saia com uma lágrima no rosto vendo a morte do menino cego.

Arma Usada:
➤ Espada Trovão: Espada de ouro imperial cuja a lâmina tem o formato de um raio. O portador tem sua agilidade e sua velocidade ampliadas. 55 dano elétrico.

Qualidades:
➤ Líder
➤ Habilidade Manual

Defeitos:
➤ Apaixonado
➤ Crisomaníaco

Poderes Passivos:
➤ Respiração Sobre-humana
➤ Liderança Nata
➤ Cura Elétrica
➤ Perícia com Lança
➤ Climático

Maldição:
➤ Fancton: O jogador revive na memória as mortes da alma que a tocou. Revive uma vez por missão ou evento. Perdendo um turno só revivendo as mortes.



"The war is the worst thing you ever seen and you never forget the suffering of the people!"

Copyright ©  2014 All Rights Reserved for Persson!




AVALIAÇÃO

Seu texto é bem ruim na verdade. Falta muita revisão, falta pontuação e a interpretação de seu Lacaile está fora do padrão.

♦ NARRATIVA 5/20
♦ CRIATIVIDADE 2/20
♦ GRAMÁTICA 2/20
♦ HABILIDADE 5/20
♦ NPC 1/20
                        
TOTAL 15/100 

avatar
Mensagens : 65
Ver perfil do usuário
Cécile L. MacvoyFilhos de Zeus

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Ace Kurama em Dom Jul 31, 2016 2:22 am

Eu caminharia para o local de treino e procuraria o satiro Lacaile, apos ter o avistado eu sorria e falaria -Oi Lacaile voltei para mais um treino, visto que o nosso ultimo encontro o resultado não foi bom, por isso quero mudar isso e agora irei demonstrar te que estou melhor.Lacaile sorria enquanto pegaria numa espada, e depois caminharia de volta para a arena ficando a minha espera.
Vendo o entusiasmo na cara de Lacaile, eu subiria para arena de treino também eu correria em direção a Lacaile faria um golpe horizontal na qual ele defenderia e daria um soco com a sua mao livre, eu usaria a minha mao livre e agarraria o seu punho.
Eu olharia para Lacaile que estaria com um olhar surpreso por ter segurado o seu punho -Desculpa, mas por tua informação eu tenho recebido treino de Julieta para melhorar os meus punhos, ate podes ter sido tu que treinaste os outros mas os treinos de Julieta juntamente com aquilo que já sei, me torna mais forte por isso um simples soco não ira resultar contra mim.Eu puxaria o punho de Lacaile ate mim e em seguida daria uma cabeçada nele assim que ele cambaleava para tras eu usaria a minha velocidade para me mover para tras dele e faria um corte vertical mas Lacaile também era rápido e usou a sua velocidade para escapar a tempo deixando apenas um corte na roupa.
Ele atacaria me com a sua velocidade e habilidade eu defenderia me o máximo que conseguia um corte levaria a outro ambos estaríamos a sofrer pequenos danos devido a nossa agilidade em defender, mas fazendo jus ao facto de ele ser um mestre Lacaile desarmeria lançando a minha espada para o ar e daria me um coice e pega na minha espada e com um sorriso ele falaria -Parabéns realmente estas melhor continua assim que estas a ir num bom caminho.Ele ajudaria me a levantar e daria me a espada de volta na qual eu despedia me e voltaria para a minha Chale.


AVALIAÇÃO

Você tem um problema sério de não montar um bom texto. A ideia sempre soa boa, mas na execução dele, você peca. Além disso, sua interpretação da NPC está bem fora do padrão.

♦ NARRATIVA 5/20
♦ CRIATIVIDADE 5/20
♦ GRAMÁTICA 8/20
♦ HABILIDADE 4/20
♦ NPC 5/20
                        
TOTAL 27/100 

avatar
Mensagens : 168
23
Ver perfil do usuário
Ace KuramaFilhos de Hades

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Ramsés Akhenaten em Ter Ago 09, 2016 2:05 am


Treinamento
Egypt

 
 
 


Saia de meu chalé indo em direção a arena com o sol a pino e com um calor razoável para mim, metade dos campistas que ali estavam se sentiam muito mais quentes e também cansados por causa do calor, porém eu me sentia muito bem já que dá onde vim é muito quente comparado com o acampamento, pegava minha espada em mão e com força me sentia nervoso por treinar sozinho, mas ao mesmo tempo me sentia bem.

Ouvi dizer de outros campistas que o treinador era muito rápido e por enquanto eu preferia não arriscar lutar contra ele, logo pensei em fazer um treino solo apenas imaginando que eu tivesse um adversário ali ou pelo menos deferis golpes para o ar apenas para treinar um pouco minha velocidade durante o treino, já havia treinado um pouco de esgrima no Egito, mas nada que chamasse a atenção.

Quando entrei na arena pude ver muitos semideuses se retirando por conta do calor que fazia ali e eu logo olhava para os bonecos de treinos que haviam ali e com a espada em minha mão abria um sorriso e em seguida dava uma investida de cima para baixo com a espada usando toda a minha força, porém não poderia apenas ficar ali sem ter mais o que fazer então repetia o movimento, mas desta vez de baixo para cima.

O treino estava muito leve e com isso não me contentei e logo começava a atacar o boneco de treinamento dando uma investida de cima para baixo logo atacando o boneco com a espado pelo meio do mesmo e em seguida girava a espada em minha mão logo lhe dando um último golpe e em seguida respirando profundamente, mesmo ter vindo de uma país ao qual o sol é mais escaldante eu me senti muito cansada por dar muitos golpes, porém nenhum com a força que imagina e em seguida sentava um pouco ali perto parando de treinar.

Armas:
➤ Katana Albina:Uma Katana branca que se transforma em uma tatuagem de um floco de neve. Esta arma pode atacar de longe, criando cortes de gelo que atravessam o campo de batalha através do vácuo. Causa 15 pontos de dano à distância e 30 pontos de dano em combate direto.

Defeito:
➤ Sombrio

Qualides:
➤ Boas Maneiras

Poderes Passivos:
➤ Corpo Gelado



copyright 2014 - All Rights Reserved for Larissa



AVALIAÇÃO

Muita introdução pra pouco treino. E seu treino não é nada envolvente ou que me faça querer outros. Muito resumido e pouco detalhe, ou seja, não consigo mensurar sua habilidade com a arma. Espero que faça textos melhores.

♦ NARRATIVA 1/20
♦ CRIATIVIDADE 1/20
♦ GRAMÁTICA 5/20
♦ HABILIDADE 2/20
♦ NPC 0/20
                        
TOTAL 9/100 

avatar
Mensagens : 11
Ver perfil do usuário
Ramsés AkhenatenFilhos de Kleopatra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Will Kross em Qui Ago 18, 2016 2:15 am

Treinamento com Florete
Will Kross. Son of Eolo. Councillor of Cottage 21.


Estava naquela dança a quanto tempo? Provável que acabara de começar. Tentava jogar os golpes do instrutor para as laterais com meu florete, sem chance de lançar um contra-ataque. Talvez no início pudera inutilmente lançar ofensivas, mas agora era quase impossível fazê-lo. Ele era melhor esgrimista, mais ágil e tão confiante que me faria idolatrá-lo se não fosse eu o seu alvo. Meu pulso se movia freneticamente assim como minhas pernas, avançando e recuando enquanto erguia e abaixava o antebraço procurando uma luta fluida. Faíscas de eletricidade voaram quando a lâmina dele voou sob a minha, girando meu braço o suficiente para abrir minha guarda a direita do meu corpo. Permaneci estático diante do acerto iminente. O professor parou a um milímetro perfeito de minha garganta, pronto para perfurar meu membro quando tivesse a mínima vontade. Meu coração martelava no peito quando Lacaile voltou a falar.
- Realmente não? – Questionou ele, fazendo-me lembrar de nossa conversa anterior. Como estava nessa situação? A história não é tão longa assim. Havia ganhado a Rapieira há pouco tempo, uma lâmina fina e especial que me fazia companhia as noites. Desde criança gostara de esgrima, uma arte que não perdera sua importância nos campos de treinamento do acampamento. Às vezes movimentava o florete quando estava sozinho no chalé 21, estocando o ar e lembrando-me das últimas vezes que lutara como alguém despreocupado, ... alguém normal. Assim que soube no refeitório que podia praticar novamente não pude segurar o anseio. [...]
- Não preciso de ajuda – Falei em um riso bobo ao ouvir a oferta do homem conhecido como Lacaile. Ele parecia experiente, mas eu conhecia os movimentos desde que me entendia por gente, não precisava de um guia. Ele dobrou os joelhos em posição de batalha, segurando uma arma da mesma tipologia que a minha. Não pude recusar o convite. Isso nos leva ao momento atual. Onde fui humilhado graças a meu orgulho. O instrutor embainhou o florete e me permitiu engolir em seco e respirar de forma controlada sem tirar meus olhos dos seus.
- Você é previsível demais, aprendeu o básico e não se desprende dele. Não está abrindo as portas para a criatividade – Brandiu ao puxar duas armas de material flexível. Decidi não questionar, preferia não repetir o erro de acreditar ser bom o bastante para enfrenta-lo em um combate com armas reais. Assumi uma posição defensiva, com a perna direita recuada e a mão esquerda livre dando-me um maior equilíbrio. Se o clichê era o meu problema, improvisaria O professor avançou. Reconheci aquele olhar em seu rosto. A expressão de quem está se contendo para não machucar, de alguém que subestima seu oponente. Não gostava disso, iria mostrar. Olhei para seu pulso, o membro que conduzia o giro da arma. Defendi o primeiro ataque impulsionando minha arma para a esquerda de forma vertical. Joguei o golpe para baixo e girei meu corpo para frente, orando aos deuses para não tropeçar. O vento tocou meu rosto e eu me senti capaz de concluir o movimento. Quando Lacaile me fitou novamente, já não tinha mais combate. Minha lâmina tocava a lateral da sua garganta, onde seria a parte cega de um florete. Havia errado propositalmente. Abri um sorriso ao acreditar que havia ganhado. Ele repetiu o gesto, em um segundo eu percebi o porquê. O item do guia pressionava o meu trapézio, tão leve e silenciosamente quanto uma cobra sorrateira. Não sabia se tinha conseguido um empate ou uma derrota digna. Não guardava rancor, meu ego não era assim tão alto. Estava contente. A cada instante passava a admirar mais o esgrimista e apreciava cada lição.
- Vamos de novo – Anunciei quebrando o silêncio. Em seguida recomeçamos.





Notas:



[/b]


AVALIAÇÃO

Gostei de como começa o texto. Só faltou um pouco mais de fidelidade ao NPC, mas de resto tá muito bom.

♦ NARRATIVA 20/20
♦ CRIATIVIDADE 16/20
♦ GRAMÁTICA 15/20
♦ HABILIDADE 16/20
♦ NPC 15/20
                        
TOTAL 82/100 

avatar
Mensagens : 3
16
Ver perfil do usuário
Will KrossFilhos de Éolo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Luiz Hayabusa em Sab Ago 20, 2016 1:08 am


O Treinamento PARTE I.
Star up my




Eu estava caminhando pelo o campo de treinamento, até que avistei um filho de Ares, amigo meu, eu sempre quis aprender sobre como se luta com uma espada bem, sempre vi ele lutando com a sua espada, lutava tão bem,  acho que eu não conseguiria lutar tão bem como tal, cheguei perto dele perguntando-o:
- Hey Jeager, como que tu aprendeu a lutar tão bem com sua espada? Tipo, eu sempre quis aprender, não luto muito bem com minha espada.  -Perguntei timidamente - Acho que seria melhor eu aprender a lutar né?
- Realmente, seria bom tu aprender – Disse ele quase gargalhando – Porque tu seria peso morto aqui, não se preocupe, eu mesmo vou te ensinar, me mostra oque sabe.
Com minha mão direita, desembainho a minha espada de meu cinto,  ao pegar tal espada, ela ficaria amarela,  que na qual o seu nome seria “Rainbow Slasher”, Um Presente de sua mãe.
- Nossa, Nunca vi uma espada assim, interessante – Disse ele curioso apontando sua espada para mim – Me mostre oque sabe, só na espada corpo-a-corpo.
Fui correndo para ele, tentando desferir um ataque direto com minha espada verticalmente. Ele foi mais rápido, ele conseguiu se defender, apenas levantando com ambas as mãos, sua espada horizontalmente, e fazendo força para se defender e para empurrar minha espada, fazendo-a recuar, e me desiquilibrando quase me derrubando no chão, logo ele apontou-a para meu peito, oque se fosse uma luta de verdade, eu estaria morto.
- Bom, pelo oque vejo você é horrível, mas ok, vou te ajudar – Disse ele Gargalhando – Se senta ae que eu vou te ensinar o meu básico..
Embainhei minha espada, logo me sentei sobre o chão cruzando minhas pernas.
- Primeira: Saque sua espada antes de entrar na luta, Levamos mais tempo para sacar uma espada do que para levar um golpe. Por outro lado, se sua espada e bainha forem próprias para um golpe rápido, e você praticar bastante, pode fazer um ataque surpresa., Por Exemplo eu quando eu sacar minha espada, eu já posso fazer uma ataque se o meu oponente estiver em minha frente.- Disse ele olhando para mim como se eu não soubesse nem desembainhar minha espada – Ok, Vou te mostrar.
Ele Embainhou sua espada, logo desembainhando novamente com a mão direita, e ao desembainhar, ele não esperou a esperou, já colocou sua mão esquerda  sobre a espada, e fazendo um ataque horizontal no ar, logo novamente embanhando-a.
- Entendeu?
-Sim
-Ok, Segundo: Equilíbrio, Mantenha o equilíbrio, para que você possa atacar ou defender, sem ser atingido. Sempre mantenha as pernas abertas na direção dos ombros ao executar os movimentos. Nunca deixe os pés juntos. Segure a espada de uma maneira que você possa manuseá-la com facilidade. Observe os movimentos do seu oponente para saber quando ele vai atacar e poder lançar um ataque antes. Seja ágil. Para se defender, mantenha a lâmina da espada perto de você para não bloquear seus movimentos na hora de tentar antecipar um ataque. A posição dos pés é o segredo para o equilíbrio. Quanto mais da sola do seu pé tocar o chão, mais base você terá para fortalecer seus ataques. Para manter o equilíbrio, tente deslizar seus pés para movê-los, ao invés de levantá-los do chão a cada passo. Inclinar-se para frente, levantando o calcanhar, também reduz a sua base, portanto tenha cuidado com a posição dos pés durante um ataque, pois a falta de equilíbrio é uma oportunidade para o seu adversário atacar. Mantenha a postura reta e o peito para fora, assim você não perderá o equilíbrio durante os giros e poderá evitar os ataques com facilidade, vindo de várias direções, usando várias posições. – Disse ele seriamente – Me mostre a tua posição de ataque.
Levantei logo fazendo minha posição normal, coloquei o meu pé destro na frente, e o meu esquerdo atrás, não muito aberto, nem muito junto.
- Errado, por exemplo, se eu te empurrar fortemente como um soco tu cai na hora. – Disse ele me empurrando, e realmente eu quase caindo, mas ele foi ágil, me segurou para eu não cair - Coloque o seu pé esquerdo na frente, e seu direito atrás, coloque-o bem aberto, e esticado.
Fiz oque ele pediu, e novamente ele me empurrou, incrivelmente eu nem me movi direto.
- Avalie a situação. Lutadores habilidosos sempre se esforça para estar atento à tudo ao seu redor, estar ciente dos seus recursos e habilidades, e dos recursos de seu oponente. O ideal é que você tome conhecimento do terreno e do ambiente com antecedência, como, por exemplo, descobrir em que posição o sol ficará nos seus olhos e tentar virar seu adversário e atrapalhá-lo, além disso, se puder, tente descobrir o modo como seu oponente luta. Ele é agressivo, ou cauteloso? Habilidoso, ou novato? Todo mundo tem uma fraqueza, por exemplo, os mais baixinhos podem ser dominados com mais facilidade, os mais altos têm mais alcance, porém deixam as pernas expostas mais frequentemente, etc. Dito isso, pode ser que você não tenha tempo de formular um plano, portanto faça uma análise sempre que puder. – Disse ele se sentando no chão – Olhe para mim, tente descobrir minha fraqueza.
Olhei para ele olhando tudo onde era possível atacar, mas eu sabia que ele conseguiria se defender.
- Eu não consigo identificar nenhuma fraqueza em você  - Digo curioso – Qual seria?
- Olha ai, já esta errado ao me perguntar – Disse ele -  Uma regra em luta ou com seus amigos, nunca revele sua fraqueza, você a descobre, durante a batalha, durante tudo.
- Ok, prosseguindo, entre na luta com cuidado. Se você for descuidado, especialmente contra um lutador bem treinado, ele provavelmente vai esperar que você se machuque sozinho. Se você tiver cuidado, vai poder manter o controle e o foco o tempo todo. Além disso, você poderá se defender melhor do que apenas dar passos para o lado, podendo salvar sua vida e iniciar os movimentos para o seu melhor golpe. A esquiva funciona muito bem em ambientes externos, e se você for bem ágil, funciona também em ambientes internos.
- Aham.
- Continuado.. Tenha uma defesa forte. Errar um bloqueio ou defesa pode ser fatal, portanto, proteja-se bem. Mantenha sua espada em uma posição que vá do tronco até o topo da sua cabeça. Trata-se de uma posição média, ideal para qualquer nível, e que permite que você se defenda de todos os ataques de uma maneira razoavelmente veloz, além de deixar você apto a atacar de vários ângulos.- Olhando para mim ele disse - Me mostre tua defesa, vou te atacar diretamente.
Levantei e desembainhei minha espada com a mão destra, ela estava azul meio amarelado, ou seja eu estava meio que estava calmo, e fazendo minha nova posição de equilíbrio, e levantando a espada do tronco até a cabeça como ele mesmo disse.
- Bom, em pelo menos alguma coisa na tua vida você é bom, mais ou menos bom, quero dizer – Disse ele Gargalhando.
Ele atacou diretamente, consegui me defender, atacando-me com a espada levantada só movimentando minha espada horizontalmente e a rodando-a.
- É, Vamos pular a parte da defesa..
-Mantenha a espada pronta. Normalmente, sua espada deve ficar a uma distância confortável do seu corpo, na direção do pescoço ou do olho do adversário. Nas lutas, chamamos essa posição de "colocar o adversário na mira". Ela funciona como uma maneira de intimidar seu oponente, já que ele terá que passar pela sua espada antes de chegar até você, e funciona muito bem, especialmente nos lutadores mais inexperientes.- Disse ele – Proxima dica.
-Mantenha uma distância baseada no equilíbrio entre a sua espada e a de seu adversário. Se sua espada for curta, se aproxime e fique em guarda. Se for mais longa, mantenha uma certa distância. Caso a espada seja média que é meio que o seu caso, fique a uma distância de um passo largo. A distância é necessária para que você possa atacar seu adversário. A sua distância será única, pois sua altura, o comprimento da sua espada, o estilo da espada e o seu estilo de luta influenciam, é Isso tudo é Física – Disse ele gesticulando com a mão, os movimentos das espadas – Entendeu?
- Sim.
- Fique calmo e mantenha-se confiante. O equilíbrio pode decidir uma luta e é uma estratégia muito eficiente. Se você estiver nervoso ou amedrontado, seu adversário poderá tentar tirar vantagem da sua falta de confiança e induzi-lo a um erro fatal. Lutadores mais equilibrados fazem os outros errarem e se desequilibrarem. Mostre agressividade e intimide seu adversário, ou então, finja estar com medo para enganá-lo, levando-o ao erro. - Disse ele meio pensativo – Você tem que melhorar bastante em agressividade, mas ficar calmo não acho que é uma dificuldade para tu.

Nunca use floreios desnecessários somente pelo efeito. Por exemplo, não gire sem motivo, pois ele deixa suas costas abertas ao ataque do adversário. A não ser que você esteja lutando com um novato, esses movimentos não têm propósito. Contra um novato, entretanto, os floreios podem ser usados à distância para intimidar – Disse ele olhando para mim como se eu não soubesse nem manusear uma armar -Isso é burrice, acho que tu já sabia..
- Ah Cl-Claro que Eu sabia né, Quem seria o burro de não saber? – Disse eu Gaguejando.
- Uhum.

-Quando a luta começar, a coisa mais importante é encontrar o fluxo e tentar controlá-lo. Esse é um modo de resumir este artigo inteiro em apenas uma frase, porém é realmente muito importante. Se você conseguir encontrar e controlar o fluxo da luta, você terá uma boa chance de influenciar praticamente a luta inteira através das suas ações. Parece complicado, mas tente na sua próxima luta ou treino. Encontre o ritmo e o fluxo de um movimento para o outro e tente controlar seu adversário. São necessários muitos anos e muito treino para conseguir isso, mas se você tentar, metade da batalha já será sua. – Disse ele – Mas nós treinaremos o Ataque e isso amanhã, pois já é hora de ir para a fogueira, se encontramos aqui amanhã em horalho livre?
- Sim, Até mais, -Disse eu se levantando do chão, acenando para ele e caminhando para a fogueira..
- Até – Disse ele cansado de tanto falar – Até Mais..




EI FULANOS , ESSE MARAVILHOSO POST DE NÚMERO PALAVRAS, FOI FEITO ESPECIALMENTE PARA VOCÊS. ANTES DE IR, QUERO DIZER QUE NOTAS. MEU PERSONAGEM VESTE [url= ISSO] ISSO[/url]. ENQUANTO EU TE ESCREVIA, EU ESTAVA ESCUTANDO MÚSICA, ARTISTA


CODED by: IG & SUGARAVATARS



AVALIAÇÃO

Comentários com Tio Érebo no chat.

♦ NARRATIVA 10/20
♦ CRIATIVIDADE 20/20
♦ GRAMÁTICA 12/20
♦ HABILIDADE 20/20
♦ NPC 0/20
                        
TOTAL 62/100 

avatar
Mensagens : 17
16
Ver perfil do usuário
Luiz HayabusaFilhos de Íris

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Luke D. Miller em Sab Ago 20, 2016 3:12 am



Treino de Florete
A primeira batalha.



Lá estava eu no chale 10, deitado na cama enquanto olhava para cima sem nenhum pensamento passando em mente, o chalé estava vazio e em um tremendo silencio, nem o cantar dos pássaros de manha dava para se ouvir, então um vento quente entra pela janela aberta, era meio estranho isso acontecer as 9:00 da manha, já que todas as manhas eu sentia frio, mas hoje o sol estava forte, aquilo me enchia de determinação e animo, fazendo eu me levantar em um pulo e ir me arrumar, tomando um longo banho e colocando uma roupa mais simples. Depois de fazer isso tudo, saio com pressa do chalé, deixando o leve cheiro de rosas para trás e indo em direção a área de treinamento, levava junto comigo meu Florete.

Enquanto estava indo para o campo de treinamento, pude ver o acampamento de um jeito diferente e simples, com mais calma que o dia em que cheguei, passando pelo lago, pude ver algumas dríades rindo e conversando, uma até mandou um beijo para mim... Eu só dei um sorriso e continuei minha caminhada, até chegar ao refeitório, o qual estava vazio, não tinha ninguém, só as Harpias que estavam a arrumar tudo. Acabei por decidir que iria passar por dentro dele, passando por uma bancada e pegando uma maça, não podia ficar com fome no meio do treinamento. Saindo do refeitório, já podia ver o campo de treinamento a distancia, então apertei o passo e fui em sua direção.
Chegando no mesmo, pude ver uma parede cheia de espadas, sabres e Floretes, mas não iria usar nenhuma, tinha meu Florete. Então fui andando na direção de um sátiro albino que estava sentado em uma cadeira de madeira, polindo uma espada de ferro, de tamanho médio e bem afiada, fui chegando bem devagar. – Err... Bom dia me chamo Luke, e gostaria de ter uma luta... Vamos dizer um pequeno treino com o senhor, gostaria de ver se tenho alguma habilidade com o Florete. – Então fiquei parado em silencio, esperando sua resposta, então o Sátiro se levantou, colocou o paninho que estava a limpar a espada em cima do acento da cadeira e colocou a espada apoiada em seu ombro direito, então o mesmo ficou me olhando de cima para baixo, até que Por fim falou – Claro, porque não... Estava sem o que fazer mesmo, mas vou logo avisando florzinha, não pego leve com ninguém, e me chamo de Lacaile. – Então o mesmo começou a andar pro meio do campo de areia batida e ficou em posição de combate, então o segui e fiquei a sua frente, logo dei alguns passos para trás, me afastando e disse – Cuidado, porque essa florzinha é uma rosa, e rosa tem espinhos. – Então dei uma piscadela para o mesmo e corri em sua direção, dando um golpe pela esquerda, mas o Sátiro foi mais rápido e conseguiu bloquear, e empurrou minha espada para cima, dando a chance dele me atingir rapidamente com sua espada, fazendo pegar na minha costela direita, mas graças ao colete, não me feri, mas acabei quase perdendo o equilíbrio, mas logo me recuperei, e vi o Sátiro vindo em minha direção com a espada erguida e seus olhos vermelhos brilhando, aqui era de dar medo, mas algo aquela brisa quente bateu novamente, o que me fez me sentir mais disposto a ganhar ele,  logo consegui bloquear seu ataque e fazer o mesmo que ele fez comigo , jogando sua espada para cima, mas dessa vez dei um giro, e no final dele, tentei dar um corte na sua costela, mas não consegui, ele foi mais rápido e se abaixou, logo fazendo um ataque por baixo, mas acabei dando um salto e desferindo um golpe na vertical, para baixo, mas o Sátiro foi muito mais rápido e acabou por rolar para a direita e se levantando, então desferiu um golpe forte e rápido em minha direção, e no calor do momento, eu me abaixei e assim que levantei ataquei com um golpe rápido e preciso em seu braço, que acabou por pegar e dando um corte, não muito grave.

O Sátiro olhou para mim e parou de lutar, se virando e indo na direção de sua cadeira, quando ele se sentou na mesma, ele colocou sua espada apoiada na parede e limpou o sangue que escorria com o paninho. – Você não foi ruim, venha aqui com mais freqüência e irei te treinar, assim você ira aprender a lutar muito bem com o seu Florete... E você está quase morrendo de cansaço, pode ir embora, venha aqui algum outro dia para continuar. – Então dei um sorriso que não foi retribuído por outro, e me virei, saído do campo de treinamento e indo para meu chalé, precisava de um banho.





AVALIAÇÃO

Comentários com Tio Érebo no chat.

♦ NARRATIVA 15/20
♦ CRIATIVIDADE 10/20
♦ GRAMÁTICA 12/20
♦ HABILIDADE 13/20
♦ NPC 12/20
                        
TOTAL 62/100 

avatar
Mensagens : 21
Ver perfil do usuário
Luke D. MillerFilhos de Afrodite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Nine Zaytsev em Sab Ago 20, 2016 3:58 pm

A arena era impressionante. Minha mãe já havia me levado para treinar num lugar como esses, mas, não com espadas e coisas desse tipo. Eu brigava muito na rua e ai, minha mãe achou melhor me matricular numa academia de lutas e ai, eu vivia na arena, ganhando combates e enchendo os punhos de sangue.

Dentre os milhares de equipamentos, peguei logo uma espada longa de lâmina grossa e desafiei o primeiro idiota que vi. Um sátiro branco como leite e desprovido de habilidades. Ele até vestia jaqueta, como ele podia treinar de jaqueta?

- Well, Eu desafio você man, quer dizer Satyr - comentei mordaz.

O sátiro fez cara de tédio e quando menos percebi, ele estava girando sua arma contra mim. Defendi os três primeiros golpes no susto, mas os outros cinco foram tapas frios da lâmina mortal do garoto-bode. Caí no chão e passei a mão nas partes que ele me estapeou. Estava ardendo muito. Olhei o sátiro e ele permanecia com a cara de entediado, mas no fundo eu sabia que ria de mim. Devo ser o único filho de Ares a apanhar dessa forma.

Quem é esse cara!?

Levantei-me e girei a espada enorme que peguei. Avancei rapidamente tentando um corte lateral, mas o sátiro dançava pelos meus golpes. Não consegui acertar nenhum deles e, mesmo quando eu iria atingi-lo, sua espada deslizava contra a minha e corria livremente até me alcançar. Levei um tapa frio de metal no rosto e outro no calcanhar. Eu estava novamente no chão!

- STOP TO HIT ME! - Esbravejei. Não era possível ele me humilhar assim. Eu sou filho de Ares, e esse cara é só um sátiro. Isso não deveria existir.

O sátiro sorriu de canto e revirou os olhos. A plateia batia palmas e exaltava o garoto-bode - LACAILE! LACAILE! LACAILE! - FOi ai que notei que ele, não era um sátiro normal daqueles que tocam flauta, comem ninfas e trazem meio-sangues pro acampamento. Esse sátiro é um instrutor e eu estava ferrado.

Eu levantei-me novamente e tentei uma finta final. Corri em ziguezague, manejando minha espada grande de um lado para o outro. Minha estratégia era.... Nem tive tempo de pensar numa estratégia, Lacaile estava me imobilizando com sua espada atravessada em meu pescoço.

- Mais respeito da próxima vez... E não use uma espada desse tamanho se não sabe usar uma - vociferou baixinho em meu ouvido e me largou, derrubando-me no chão.

Fui completamente humilhado, mas eu voltaria pra cá, quantas vezes fosse necessário. Meu objetivo: desbancar Lacaile de seu posto de treinador. Eu sei que é impossível, mas sou um filho teimoso de Ares.


Habilidade usada:
➤ Treino Árduo: Essa habilidade permite ganhar 1 ponto extra em todo treinamento que realizar.


AVALIAÇÃO

Amei! Rápido, direto, empolgante e revelador! Ainda deixou o gosto de quero mais!

♦ NARRATIVA 20/20
♦ CRIATIVIDADE 20/20
♦ GRAMÁTICA 20/20
♦ HABILIDADE 20/20
♦ NPC 20/20
                        
TOTAL 100/100 

avatar
Mensagens : 109
Ver perfil do usuário
Nine ZaytsevFilhos de Ares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Higor Kawasaki em Dom Ago 21, 2016 2:54 am

CARAAAAAAAAAACA. Esse foi meu único pensamento que eu tive quando vi a arena, aquele lugar era incrível, fui me informar com os campistas para saber com quem eu ia falar pra ter um treino prático.

- Aquele cara ali. Um deles falou apontando com um sorrisinho bobo para um sátiro, espera, um sátiro albino, OLOSKO, me dirijo até ele e falo:

- É você o treinador daqui.
- Eu mesmo garoto. Disse ele com um tom superior.
- Vamos treinar então. Falo puxando minha espada.
- Não garoto, tome essa aqui, você vai acabar arrancando o próprio braço assim. Diz ele me jogando uma espada de madeira.

Eu pego a espada e quase pego ele com a guarda baixa, mas ele bloqueia meu golpe e me acerta no pé me derrubando, me levanto e ataco de cima para baixo, mas ele apara meu golpe gira e acerta minhas costelas, eu dou um gritinho de dor nada viril, dessa vez deixo ele atacar, ele começa com uma estocada da qual eu desvio, em seguida um golpe lateral que eu bloqueio e em seguida ataco as pernas do sátiro, mas ele pula por cima de minha lâmina e coloca a espada na minha garganta,

- HAHAHAHA, cadê aquela coragem inicial. Diz ele girando a espada.
- Você vai achar ela agora.

Corro na direção dele e finto para atingi-lo no peito, ele apara meu golpe e gira minha espada, eu quase a perco mas consigo segura-la e tento uma estocada e finalmente o acerto.

- Muito bem. Ele diz para em seguida me atacar na parte de traz do joelho e me derrubar no chão e colocar sua espada em minha garganta. - Mas eu ainda sou bem melhor.

Me levanto e saio da arena refletindo o quanto eu ainda teria que evoluir para chegar ao nível do sátiro ou até mesmo dos outros campistas, mas eu não desistiria, vou para meu chalé e caio dolorido na cama.



AVALIAÇÃO

Comentários com Tio Érebo no chat!

♦ NARRATIVA 5/20
♦ CRIATIVIDADE 10/20
♦ GRAMÁTICA 7/20
♦ HABILIDADE 16/20
♦ NPC 10/20
                        
TOTAL 48/100 

avatar
Mensagens : 14
Ver perfil do usuário
Higor KawasakiFilhos de Deméter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Luiz Hayabusa em Dom Ago 21, 2016 8:03 am


O Treinamento PARTE II.
Star up my




Lá estava eu, mais um dia, mais um treinamento, cheguei no campo de treinamento, sua decoração nunca foi tão feia, mas nem tão bonita,  mal tinha decoração.
Ok, eu tinha combinado com Jeager,  que iria me encontrar aqui, que ele ia novamente me treinar, mas ele estava demorando.
Trinta minutos depois ele chegou, com uma bugiganga, era um robô, um robô Humanoide,  e estava vestindo uma armadura completa como se fosse uma de guerra, detalhada aos lados, meio de couro e ferro, ele não tinha olhos, mas só tinha o formato de humano, isso me lembrou animatronicos, e ele tinha até um capacete todo protegido.
- Pode tirar os Olhos desse Robô, pois esse robô a gente só vai usar ele quando eu decidir que vamos.
-Hã? Eu só quero saber para que ele é.  – Assustei me – Mas da onde tu tirou isso?
- De um Filho de Hefesto
-Depois tu vai entender -  Ao parar de falar, ele puxou duas espadas, de madeira, pelo menos o cabo era feito de madeira, e seu projeto de lamina que não cortava era de bambu – Agora nós vamos treinar o seu ataque..
Com o Palmar destro que jogou sua espada na tentativa que eu pegasse, e eu consegui pegar, com a mão direita.
- Venha, Me ataque! – Pediu Ele -  Vamos testa-lo melhor desta vez.
Eu avancei, desferindo um ataque direto com  espada verticalmente, como a primeira vez que tentei ataca-lo com minha espada normal.
Ele defendeu o com o mesmo movimento, mas minha espada não recuou pelo o meu equilíbrio e força, logo recuei a espada atacando por baixo só que desta vez horizontalmente, ele se defendeu com a sua espada verticalmente para baixo, logo recuei a espada, e atacando a espada em 70° e ele se defendeu  com a espada aos  110°, Ficamos no jogo de força, obviamente ele conseguiu abaixar minha espada, e aponta-la para mim terminando a luta.
- Pelo oque vejo, aquele meu “Tutorial” Funcionou com você – Disse ele sorrindo – Mas não é o suficiente, você tem que melhorar a sua força e seu reflexo, antes de tudo conheça o seu inimigo, analise-o, porem se não conseguir, já sabe.
-Bom, Vamos testa-lo esse robô, Boa sorte, você terá que descobrir como derrota-lo
Com a mão direita que estava empunhando a espada de madeira, colocou sobre a “mão” robótica do robô, e logo ativando-o.
Ele foi ligado, mal foi ligado o robô com sua mão robótica direito puxou a espada de madeira logo atacando em cima de mim, dei uma cambalhota para a esquerda, me levantando em seguida, e atacando o robô com uma “espadada” no capacete do robô, mas não adiantou em nada, a luta não era isso, e além disso ele falou “Derrote-o” Não faça como eu e tu luta, então ele ao receber tal pancada na cabeça, atacou verticalmente, eu consegui defender com a espada horizontalmente, logo dando um chute empurrando-o
- Ei, Ei, Vai com calma – Jeager Alertou-me – Isso custou Alguns Dracmas..
Eu não liguei para oque ele me disse, consegui empurra-lo, mas em vez de ele ir para traz, ele caiu no chão e sua espada se separou dele caindo no chão também, ao cair no chão, ele me deu uma rasteira com a perna direita, caindo no chão também , logo ele se levantou, e pegou a espada enquanto eu estava no chão, tentou enterrar a espada em mim com ambas mãos, rolei para o lado, depois olhei para Jeager que não parecia que se preocupava em eu ter quase me machucado e o robô ser um pouco perigoso.
- Ei! – Gritou – Não se Distraia, Foco Nele.
Mas no tempo que ele foi pegar a espada dele, eu percebi que havia um botão sobre suas brechas do pescoço ao peitoral, logo me levantei novamente pegando minha espada do chão e encarando o robô como se ele esperasse por eu atacar, eu também aguardei ele atacar, e ele atacou primeiro, me atacando com a espada horizontalmente, consegui defender com a espada verticalmente para baixo, eu dei outro, e tentou fazer um golpe por cima verticalmente,  por cima, deixei a espada horizontalmente em cima de minha cabeça e defendendo-me, logo ele desiquilíbrou-se quase caindo no chão esse foi o momento certo, com a ponta de a espada de madeira, pressionei no botão da brecha e logo o robô caiu no chão desligando.
- Finalmente, você demorou mais conseguiu – Batendo palmas ele disse – Parabéns.
- Descanse um pouco, você deve estar cansado – Pediu ele – Eu vou ficar treinando por aqui.
- Ok.  








CODED by: IG & SUGARAVATARS





AVALIAÇÃO

Comentarios com Tio Érebo no chat.

♦ NARRATIVA 13/20
♦ CRIATIVIDADE 20/20
♦ GRAMÁTICA 10/20
♦ HABILIDADE 12/20
♦ NPC 0/20
                        
TOTAL 55/100 

avatar
Mensagens : 17
16
Ver perfil do usuário
Luiz HayabusaFilhos de Íris

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Jake Dalton em Seg Set 12, 2016 4:14 am

Estou sozinho, e isso me deixa nervoso, minhas mãos soam, então decido fazer uma coisa que Ace falou que faz bastante, vou treinar como lutar com espada, afinal, vou precisar de habilidades de combate caso eu queira sobreviver em um mundo onde monstros querem me matar a cada instante. Eu não pedi para meu pai ser quem é, ainda estou tentando entender como vim a este mundo, mas esta não é uma coisa para se pensar agora, preciso me concentrar no presente, a fama do instrutor não é de quem vai pegar leve comigo só porque sou novo, então desde já vou me preparando mentalmente para o treino.

Penso em pegar a minha espada dada por meu pai divino, mas não acho que seja uma boa ideia lutar com espadas reais ainda, mesmo que eu me sinta incrível com ela em mãos, tenho uma sensação familiar, de que ela foi feita especialmente para mim, para ser sincero quero muito usá-la, muito mesmo, mas este não é o momento, então a deixo no chalé e sigo em direção à arena.

Ao chegar em meu destino, tem alguns vários campistas treinando, imediatamente uma sensação boa me completa, agora eu tenho companhia, respiro até mais levemente, me sinto imbatível agora. Em volta tem diversos bonecos de madeira e alguns outros treinando nesses, mas em uma área separada tem um sátiro totalmente branco, lutando com um campista, ele não tem dificuldade nenhuma em se defender e esquivar dos ataques do menino que tenta incessantes investidas contra o meio bode.

Em pouco tempo o menino esta esgotado e sai mancando da arena, tem uma pequena fila de outros semideuses querendo treinar com Lacaile, porém nenhum dura muito tempo o que faz com que a fila ande rápido então rapidamente é a minha vez.

Eu pego a espada de madeira que mais se assemelha com a minha herança, afinal não é sempre que pretendo lutar sem usá-la, olho para o sátiro, nos encaramos por alguns segundos até eu impulsivamente avançar em direção a ele, o que foi meu primeiro erro, ele apenas dá um passo para o lado saindo do caminho de minha investida, com um golpe da espada que ele segurava afasta a minha arma abrindo a minha arma e da uma pancada em minha cabeça, o que me faz ver estrelas, me afasto dele meio cambaleante, porém ele não permite que eu fique longe o suficiente para me recuperar, então logo ele se aproxima mirando um golpe em minha perna, quando percebo já tomei o golpe.

Tento pedir um tempo, mas ele simplesmente continuou os incessantes ataques, sinto a dor de cada um deles, mas não pretendo deixar que isso me abale, eu não posso desistir, pelo menos não antes de acertar ou defender algum golpe, levanto a espada para dar um golpe vertical de cima para baixo, mas ele acerta a minha mão, deixando a mesma latejando.

Como minha mão direita não esta conseguindo segurar muito bem a espada eu mudo de mão, posso não ser muito bom com a esquerda, mas desistir não é uma opção. Minha respiração esta ofegante, estou todo dolorido e praticamente sem energia, apenas a minha teimosia não me deixa cair de exaustão.

Lacaile vai tentar me acertar pelo lado, mas este ataque eu estou conseguindo enxergar ele vindo, eu consigo colocar a minha espada na trajetória do ataque dele a tempo, porém como estou sem mais forças a espada não consegue deter a arma do sátiro que atinge as minhas costelas, porém esta dor eu não sinto, caio deitado no chão da arena, estou sem energia alguma, porém estou rindo, eu consegui, defendi um ataque dele, fui atingido por ter chego ao meu limite, mas eu consegui, sei que da próxima vou ser melhor.

Me levanto com muita dificuldade, afinal pouco a pouco a adrenalina está passando e sem seu efeito estou começando a sentir meus músculos se enrijecerem de tanto esforço, isso vai doer por um bom tempo, mas a sensação de lutar é muito boa e pretendo experimenta-la mais vezes, este é um lugar que pretendo frequentar. Mas agora acho que sou o que esta saindo em pior estado, pelo menos dos que vi hoje, mas assim que der eu volto.


AVALIAÇÃO

Não é um texto ruim. Mas cuidado com as palavras repetidas no mesmo parágrafo e com a falta de ritmo do combate. De resto, tá na média ^^

♦ NARRATIVA 13/20
♦ CRIATIVIDADE 10/20
♦ GRAMÁTICA 9/20
♦ HABILIDADE 10/20
♦ NPC 9/20
                        
TOTAL 51/100 

avatar
Mensagens : 169
Ver perfil do usuário
Jake DaltonFilhos de Zeus

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Ace Kurama em Seg Set 12, 2016 5:10 pm

Eu chego ao local e vejo Lacaile a treinar sozinho na arena, aproximo-me e falo -Oi Lacaile, tas afim de mais um treino.ele logo da um sorriso e responde -Sim, estava mesmo a pensar em quando voltarias, vais algum tempo que não te vejo.
-Sim eu sei, tive a treinar arco e lanças.
-Oh vejo que melhoraste as tuas capacidades para outras armas também, bem então vamos la treinar o que me interessa é a tua espada.Eu desembainho a minha espada eclipse e logo me preparo tomando um postura mais eficiente e equilibrada.
-Boa postura nada comparado a primeira vez que vieste ate mim, tens me dado trabalho nos treinos, nenhum outro me deu tanto trabalho mas acho que é o que se pode esperar de um filho dos 3 grandes, eu reconheço te como uma espécie de pupilo mas no entanto sei que podes melhorar mais por isso prepara te pois eu irei fazer fazer te melhorar a força.A expressão de Lacaile ficaria um pouco mais seria apos tais palavras e corria em minha direção a sua velocidade era tanta que eu por momentos não consegui ver ele a partir para cima de mim, eu levanto a espada e tomo uma posição defensiva, Lacaile começaria com um ataque frontal com a ponta da sua espada, na qual eu a parte plana da minha espada para parar o ataque e dou suporte com a minha outra mao para segurar a para plana da minha espada e empurrar para a frente, Lacaile daria me um coice no peito lançando me para tras eu caio no chao e paro a uns pequenos metros de distancia Lacaile corre e tenta fazer um corte na horizontal da direita para a esquerda em direção ao meu peito, mas eu também não era tao iniciante já tinha alguma experiencia de espada tais como bons reflexos e logo rebolaria par o lado desviando do ataque e depois daria uma cambalhota para tras e assim que fico de pe contra atacaria de mediato com um ataque frontal no seu ombro ele desvia mas eu consigo fazer um pequeno corte no seu ombro, mas Lacaile  não ficaria atras pois ele rodaria para o lado em direção ao lado contrario da minha espada e daria um golpe nas minhas costas me ferindo também, o corte não tinha sido muito fundo e grande mas era o suficiente para me fazer gritar de dor.
-Vamos la, Ace um corte tu consegues fazer mais do que isto, devias conseguir  de pelo menos acompanhar a minha velocidade, eu sei que consegues agora mostra me isso ou eu irei pegar mais pesado ainda.
-Ok tu queres velocidade eu irei te mostrar a velocidade em que as trevas e as sombras se movem bem de perto.
Logo me concentraria o meu olhar ficava mais intenso e logo corro para o lacaile numa velocidade incrível, e sem que o Lacaile se aperceba eu já estaria com a minha espada em sua direção um golpe vertical vindo de cima para baixo, Lacaile tenta ir para tras mas a ponta da minha espada chega a tocar nele de raspão fazendo apenas um corte superficial em seguida em rodo e dou um pontapé nele fazendo ele cair tal como tinha feito comigo.
Mas uma coisa parecia diferente no Lacaile, pois ele não parecia chateado, na verdade ate sorria e falaria.
-Parabéns eu sabia que conseguias ter uma velocidade quase como a minha os teu reflexos corporais e com a espadas estão melhores a tua evolução melhora a cada treino continua assim. Eu aproximo me de Lacaile e logo ajudaria ele a se levantar -Isto foi tudo graças a ti sem os teus treinos eu nunca teria evoluído desta maneira, fico contente por seu reconhecimento.Eu agradecia com uma pequena vénia -Acho que irei parar o treino por hoje tenho que descançar e me recuperar do seu golpe. Lacaile responderia -Tens razão descança e volta quando estiveres pronto eu estarei a tua espera.Dito isso eu despederia me e ia embora ate a minha chale.


AVALIAÇÃO

Melhorou ein. Para correções mais precisas pode me mandar uma MP, em qualquer uma das minhas contas. (Max King, Korona, Thanatos ou Sirius Summers)

♦ NARRATIVA 15/20
♦ CRIATIVIDADE 15/20
♦ GRAMÁTICA 10/20
♦ HABILIDADE 13/20
♦ NPC 14/20
                        
TOTAL 67/100 

avatar
Mensagens : 168
23
Ver perfil do usuário
Ace KuramaFilhos de Hades

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Jake Dalton em Ter Set 13, 2016 3:15 am

Mesmo com o corpo todo dolorido eu me dirijo para a arena de treino, se estou receoso de ser espancado novamente, lógico que estou, mas as opções são ir para lá ou ficar sozinho em meu chalé, e sinceramente prefiro que 17 tratores passem em cima de mim antes de ter que ficar sozinho.

O campo de treinamento hoje está mais vazio, sendo que não tem uma fila para lutar contra o Lacaile, então se eu não estivesse preparado, esta seria a hora para ficar, pois iria começar, acho a mesma espada que havia usado ontem e vou para cima dele.

Eu percebi que não sou do tipo defensivo, então avanço para cima dele, inclusive de uma forma imprudente, o que faz com que ele defendesse com facilidade, o contra-ataque dele em meu estômago com o punho da própria arma me tirou o fôlego, mas enquanto estava arqueado tentando recuperar o fôlego eu percebo, desta vez eu consegui ver o golpe vindo, não foi rápido como os outros.

Acredito que pode ter sido apenas impressão, por isso preciso testar novamente, mas como desta vez preciso analisar o ataque dele, não ataco, fico na defensiva esperando o golpe do sátiro. Não precisei esperar muito, eu percebi que sua espada vinha pela esquerda, mas a minha estava muito distante, e não conseguiu interceptar a dele antes desta atingir minha cabeça deixando-a latejando, mas desta vez ignoro a dor do galo que começa a crescer em meu couro cabeludo, não posso perder um movimento sequer de meu oponente, afinal este é realmente o aprendizado aqui, como agir em uma luta.

Um sorriso se abre em meu rosto no meio de nossa luta, estou sendo acertado de todos os lados, mas desta vez eu consigo ver, consigo saber de onde virá a dor antes que esta apareça, é quase como se ele se movesse lentamente, mas infelizmente meu corpo não consegue acompanhar o ritmo de meu cérebro, então mesmo vendo a espada vindo em minha vindo em minha direção e eu sabendo onde ela acertará, não consigo impedir o impacto, quase como se fosse um futuro inevitável, e sem dizer dolorido.

Algumas vezes eu até chego perto de defender os golpes de Lacaile, mas não o suficiente, porém hoje já tive um avanço em relação a ontem, acredito que para ter um avanço deste em apenas um dia eu devo ter algum tipo de talento para isso, e se este for o caso vou fazer com que ele seja bem utilizado. Ao final de nosso treino o sátiro dá um sorriso em minha direção, acredito que como um espadachim experiente ele pôde ver a melhora em relação ao treino anterior, ou ele apenas achou bom eu ter caído menos que ontem, quem sabe.

– Lacaile, você me vera de novo em breve, me aguarde.

Ele apenas assente com a cabeça e muda a atenção para outro campista que está chegando para ser surrado pelo bode velho.


AVALIAÇÃO

Bom treino. Mesma forma, mas bom.

♦ NARRATIVA 15/20
♦ CRIATIVIDADE 10/20
♦ GRAMÁTICA 15/20
♦ HABILIDADE 15/20
♦ NPC 15/20
                        
TOTAL 70/100 

avatar
Mensagens : 169
Ver perfil do usuário
Jake DaltonFilhos de Zeus

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Jake Dalton em Qua Set 14, 2016 4:26 pm


   
Treino com Espadas



   
O dia está gostoso, ensolarado mas não muito quente e como está sem nuvens o azul celeste está embelezando os céus, infelizmente eu não podia simplesmente parar para aproveitar a brisa fresca que passava por minhas roupas, porque eu tinha como objetivo treinar, queria mostrar a todos a minha força que sei que tenho adormecida dentro de mim.

Ao chegar no campo, olho para Lacaile treinando com outros campistas e acho que prefiro deixa-lo bater em outros hoje, não quero ficar mais dolorido do que já estou, ainda tenho as lembranças dos últimos treinos, então hoje irei treinar sozinho.

Me aproximo de um dos bonecos de treino transformando meu anel em espada, como não vou ter chances de machucar ninguém já que treinarei sozinho, posso usar um pouco a minha herança divina e isso me trás uma felicidade relativamente grande, pois eu me sinto muito bem com esta espada em mãos.

Meu objetivo é treinar a velocidade, afinal eu não conseguia me defender de Lacaile porque não era rápido o suficiente. Começo acertando o boneco em lugares que em uma pessoa seria fatal, vou alternando entre os lugares, me autoimponho algumas regras como, sem acertar o mesmo lugar duas vezes, não demorar mais de 5 segundos entre os golpes e a cada 5 golpes eu podia descansar durante 30 segundos.

Eu me cansei rápido, mas mesmo com os braços sem força e pesados eu continuava. Não podia me dar ao luxo de relaxar, os monstros não facilitariam para mim e eu também não faria isso, por isso eu ficava aumentando o ritmo, dificultando as regras, diminuindo o tempo entre os golpes, aumentando a quantidade de golpes seguidos.

Ao final, eu estava tão cansado que se o meu objetivo era ficar menos dolorido eu havia falhado miseravelmente em minha meta, mas acredito que o treino tenha sido lucrativo todo o esforço. Senti que eu estava conseguindo acompanhar o aumento crescente na velocidade de meu treino, e isso me alegrava, mesmo que não aos meus músculos que não paravam de reclamar (pelo menos é isso que eu entendia pela dor que eles me mandavam o tempo todo).

Considerar:
➤ Regrado: Habilidade de cumprir seus deveres. Assim sendo, cada treino equivale por dois.

   

   


   
The Lightning is Dangerous


   

Credits:○ Masquerade Girl by Sugar Avatars



AVALIAÇÃO

Bom treino. Como já falei se quiser mais explicações MP ^^

♦ NARRATIVA 15/20
♦ CRIATIVIDADE 10/20
♦ GRAMÁTICA 15/20
♦ HABILIDADE 11/20
♦ NPC 0/20
                        
TOTAL 51/100 

avatar
Mensagens : 169
Ver perfil do usuário
Jake DaltonFilhos de Zeus

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Higor Kawasaki em Seg Set 19, 2016 10:13 pm

Lá estava eu, fazendo um piquenique nas arquibancadas da arena de treino, não havia coisa melhor do que comer paçoca e pão com os amigos enquanto vê pobres campistas sendo espancados pelo Lacaile, então eu fiz algo de que me arrependi muito, um garoto tentou golpear Lacaile tão forte com a espada de madeira, que, quando o sátiro se desviou o pobre desafiante acertou a própria virilha com o golpe. Cara, eu cai na risada. Eu ri tanto que voou paçoca da minha boca.

- Ei, você. Garoto da paçoca. Vem aqui.

Com certeza era comigo que ele estava falando. Fui em sua direção enquanto lembrava da minha última luta contra ele. Eu ainda tinha hematomas dela. Peguei uma espada e ataquei. Fiz uma finta e dei uma estocada em sua direção, era incrível a maneira como ele conseguia desviar dela e ainda quase me acertar na cabeça. Recuei para desviar do golpe dele, ele era quase uma mikasa. Mas, espera. O que faz a Mikasa perder o controle? Mexer com o Eren é claro. Talvez se eu mexesse com as emoções do sátiro eu tivesse alguma chance. Mas eu não conhecia ele, então pensei. - Partiu falar da mãe - . Foi o que fiz.

-Ei Lacaile. Sua mãe é tão burra que ela atravessou uma porta de vidro para ver o que tinha do outro lado. - Falei para ele.

- Hein? - Foi essa a resposta super inteligente do sátiro.

Eu avancei enquanto o rosto do sátiro passava do choque para uma compreensão, e em seguida espanto enquanto eu avançava com a espada. Ele se defendeu por pouco. Eu comecei a falar novamente:

- Sua mãe é tão gorda que quando veste amarelo as pessoa gritam táxi. - Ataquei enquanto enquanto ele se defendia novamente, dessa vez mais firmemente. Então ele entrou na dança.

- Kawasaki. Sua mãe é tão burra que te deu o nome de uma moto.

- Surprise motherfucker. Minha mãe é uma deusa.

Então ataquei com toda minha força, mas ele desviou e eu acabei girando com o peso do golpe e me desequilibrando, em seguida o sátiro me derrubou e falou:

- Da próxima, não ria dos seus aliados.

E se retirou enquanto eu ofegava no chão de areia. Então gritei.

- Alguém me traz mais pão com paçoca.


AVALIAÇÃO

Seu texto foi bem interessante. Eu até achei engraçadinho. Só tem um porem, não sei se Lacaile responderia suas ofensas.

♦ NARRATIVA 10/20
♦ CRIATIVIDADE 16/20
♦ GRAMÁTICA 15/20
♦ HABILIDADE 9/20
♦ NPC 8/20
                        
TOTAL 58/100 

avatar
Mensagens : 14
Ver perfil do usuário
Higor KawasakiFilhos de Deméter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Luke D. Miller em Qui Set 22, 2016 7:33 pm



Treino de Florete
A revanche.



Lá estava eu no campo de treinamento, não se lembrava de nada da ultima noite, só alguns borrões, mas nada importante. Estava frente a frente com Lacaile, segurava meu Florete com força, teria minha revanche contra o Satiro albino. O mesmo parecia confiante, não era de menos, ele era rápido, forte e muito mais. Não tinha chance contra ele, mas deveria lutar contra ele, só conseguia ver as pessoas a minha volta ficando forte e eu aqui, um fracote sem ninguém.

Então Lacaile começou o combate com um impulso, vindo em minha direção com sua enorme espada levantada, não podia tirar o olho dele por um momento, se não o mesmo conseguiria me ferir, mas acabei por conseguir defender com meu florete. Logo dei um impulso para trás, me afastando do mesmo e depois corri em sua direção, preparando para um ataque, mas logo m lembrei de um acontecimento na Praia, era Jake sendo abraçado por outra pessoa, logo sinto algo forte que nunca havia sentido e comecei a golpear Lacaile rapidamente e com uma força que eu não sabia que tinha, nem Lacaile conseguia  entender o motivo daquela reviravolta, mas tentou se defender com a espada e acabou levando um pequeno corte em sua bochecha. Então paramos de lutar e ficamos fitando um ao outro por um bom tempo, até que o Satiro sorri para mim e volta para o seu canto, me deixando sozinho enquanto respirava profundamente, mas com aquele pequena liberação da minha raiva, parecia ter tirado Jake de minha mente.

HAB. Ativa:
➤ Agilité Lisse: Os filhos de Afrodite possuem uma forma suave, encantadora, natural, que unem-se com a agilidade, deixando seus movimentos únicos e belos. Gasta-se 5MP para uma chance maior de acerto, escape ou correr mais rápido.





AVALIAÇÃO

Bom...A redução do texto ajudou bastante. Focou apenas no treinamento. Só erros de pontuação e repetições de termo. Podia ter focado mais no sentimento de frustração. Fora isso, bom treino.

♦ NARRATIVA 10/20
♦ CRIATIVIDADE 10/20
♦ GRAMÁTICA 10/20
♦ HABILIDADE 15/20
♦ NPC 15/20
                        
TOTAL 60/100 

avatar
Mensagens : 21
Ver perfil do usuário
Luke D. MillerFilhos de Afrodite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Achilles von Schönborn em Sex Set 23, 2016 3:09 am

Achilles von Schönborn
ore ni kateru no wa ore dakeda

— Tsc. Realmente preciso descobrir o significado disso. Sempre que eu me pego no modo automático eu venho parar aqui. Que droga. — Me peguei pensando nisso quando "acordei" do meu modo automático. Eu sei que um filho da guerra está destinado a sempre se meter em brigas, mas porra... Eu preciso de um descanso de vez em quando.  

Quando eu era menor sempre acontecia isso, desde criança eu praticava Kendo, a arte marcial japonesa que ensina o manuseio da espada, sempre que eu me perdia em meus pensamentos e ligasse meu modo "automático" eu ia parar no dojo onde eu praticava, devido isso aprendi a sempre andar com minha espada. Desta vez não foi diferente. — Já estou aqui né, por que não... — Saquei minhas duas espadas de seus suportes, uma de cada lado da cintura. Se as armas tivessem um jeito mais prático de serem carregadas eu ainda não havia encontrado, uma daquelas transformações seria uma boa.  

Com ambas empunhadas me dirigi aos bonecos de palha que ficavam um pouco a frente. — Odeio aquecer com vocês, mas Lecaile não pega leve comigo. — Eu já havia perdido as contas de quantas vezes o maldito sátiro havia me vencido, 10? 13?  
Soltei alguns golpes nos bonecos de palha para acordar meus músculos, faziam algumas horas que eles não se movimentavam o suficiente para me responderem sem que cause lesões ao meu corpo. Era um processo a ser feito, prodígios conseguem ter reações e pensamentos muito rápidos quando estão na sua área e as vezes o corpo não está de acordo com tais atos o que pode acabar gerando lesões.  

Depois de dez minutos de aquecimento, guardei uma das espadas em seu suporte e procurei pelo sátiro. — Lacaile, seu maldito sátiro, cade você! Projeto de espadachim, vamos TREINAR! — Lacaile parecia reconhecer a minha voz, o sátiro que estava sentado se levantou e se dirigiu até mim. Como um adversário poderoso eu o cumprimentei para dar inicio ao combate.  

O primeiro movimento foi meu, avancei em direção ao mesmo em uma explosão de velocidade, utilizando a força das minhas pernas para cobrir a distancia de pelo menos cinco metros em questão de segundos, o primeiro ataque foi uma estocada, estiquei meu braço por completo a fim de acertar o sátiro, que desviou o golpe com facilidade, utilizando apenas de um movimento para o lado. O movimento do mesmo deu continuidade logo em seguida, sua maestria com a espada era fora do comum, utilizando apenas uma mão para segurar a arma branca, ele utilizou ataques rápidos semelhantes a chicotadas com a lâmina, duas vezes seguidas.  

Consegui ler o movimento do sátiro, porém, meu corpo não respondeu adequadamente. O golpe do homem veio enquanto eu ainda estava em movimento durante a estocada, tentei um freio bruto para poder defender os golpes e eu o fiz, freei e levei minha espada para o lado, fazendo com que os golpes de Lacaile parassem em minha lâmina. " Ótimo, enquanto ele sofre com o impacto causado pelas espadas, vou golpeá-lo com  um chu..." O meu pensamento foi cortado ao meio, o cabo da espada de Lacaile havia acertado minha barriga, o golpe foi com força, me forçando a cair de joelhos na arena. No chão da arena, me permiti um sorriso. — Lacaile, Lacaile. Eu adoro treinar com você. Você é tão imprevisível e rápido. Isso me deixa excitado. — Fiz uma pequena pausa e me levantei, girando uma das espadas com o punho e logo puxando a outra do suporte. — EU ESTOU EXPLODINDO DE EXCITAÇÃO, VAMOS CONTINUAR — Neste momento, meu tom de voz soava como o de um psicopata por combates, minha vontade de ganhar do sátiro era enorme, mas infelizmente a diferença de maestria era gigantesca, ainda.  

Avancei novamente para cima do sátiro, utilizando desta vez minhas duas espadas tentei golpeá-lo quatro vezes, a primeira foi um corte na horizontal na altura da cintura que foi fácilmente defendido pelo instrutor, o outro foi utilizando a outra espada, um corte na diagonal de baixo para cima buscando o peito do sátiro, que saltou para trás e avançou em uma estocada em extrema velocidade. Devido ao ataque do ataque do mesmo não pude continuar minha investida, posicionei uma de minhas espadas a lateral esquerda do meu corpo, de forma vertical, logo dei um passo para o lado, evitando a estocada e defendendo o golpe. Utilizando a outra espada golpeei o instrutor com um golpe horizontal na altura do peito. Lecaile saltou para frente, ficando apenas alguns centímetros de mim, meu golpe cortou o ar e eu envolvi o sátiro em um "abraço". Devido a distância o mesmo girou sua espada em seu punho, tomando outro jeito de segura-la e colocou a lâmina da mesma em meu pescoço. — Foi uma boa luta, filho da guerra, mas ainda precisa treinar muito. — Neste momento, toda minha adrenalina abaixou e eu voltei a meu estado "normal". — Boa luta? Eu fui massacrado por você, de novo. 11x0? — O sátiro permitiu-se um sorriso. — Doze. — Maldito sátiro, por que tão forte? Cumprimentei o instrutor em respeito a ele e guardei minhas espadas, me retirando da arena logo sem seguida.


Habilidades usadas:
→ Treino Árduo: Essa habilidade permite ganhar 1 ponto extra em todo treinamento que realizar.
→ Esgrimista - Grande Habilidade em usar espadas, floretes e sabres. Modifica base para x3.



AVALIAÇÃO

Foi um treino muito bom. Sua narrativa merece muitos elogios, parabéns!

♦ NARRATIVA 20/20
♦ CRIATIVIDADE 17/20
♦ GRAMÁTICA 18/20
♦ HABILIDADE 18/20
♦ NPC 18/20
                        
TOTAL 91/100 

avatar
Mensagens : 118
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Dylan von Schönborn em Dom Set 25, 2016 2:22 am

Son Of War
I see only the red

Dylan mais uma vez perdera o sono, e como em todas as vezes desde que chegou ao acampamento, ele colocou a mão no bolso do jeans e apalpou até encontrar a moeda que ganhou de seu pai.

- Aquele velho idiota, me deu essa porcaria e acha que vou perdoar ele assim tão fácil... — Dylan olhou seriamente pra moeda e parecia fuzilar ela com o olhar — Bom, tanto faz... Já deve estar na hora de treinar.

Dylan logo se levantou e pegou a camisa mais próxima dele e a vestiu, colocou seus panos sobre o travesseiro e logo saiu do chalé. Estava um dia muito calmo, a brisa soprava levemente seu cabelo curto, realmente um clima agradável para um lugar tão perigoso, mas nada que pudesse mudar de fato seu dia. Logo ele continuou andando para a área de treino e com a mão direita dentro de seu bolso, puxou a moeda e lançou para o alto e a mesma se transformou em uma espada de Bronze Celestial, que ao cair do alto foi aparada por Lecaile, o que causou um susto considerável em Dylan

- Você não está aqui pra treinar comigo estando avoado desse jeito, não é mesmo?— Falava Lecaile para Dylan, mantendo a seriedade no olhar.

- Nunca mais faça isso, sério... — Dizia Dylan olhando para a espada quase que a pedindo de volta — Ah, apenas me dê algum tempo para me aquecer.

Lecaile jogava a espada de volta para Dylan e o mesmo se dirigia pra longe dele, deixando Dylan realizar seu aquecimento. Ele como de costume, não treinava com os bonecos de madeira, apenas repetia o movimento de brandir a espada em diferentes direções, até sentir-se tão confortável que parecia nem se incomodar com o peso da espada.

Cerca de alguns minutos depois, Dylan se aproximava de Lecaile e lhe informa que estava pronto para treinar, o mesmo assentia com a cabeça e ia para uma distância de mais ou menos três metros. Ambos sacaram suas espadas ao mesmo tempo e deram cerca de 4 passos para frente até que suas espadas se tocaram, o que significava que o combate tinha iniciado.

- Espero que tenha aprendido algo com o treino de ontem — Falava Lecaile com um tom de ironia — Vamos garoto, me mostre tudo que você sabe

Com a ira que herdou de seu pai tomando conta de si, Dylan avança impetuosamente em direção a Lecaile e tenta desferir um golpe em diagonal por baixo, mas como seu instrutor é mais experiente ele apoiou sua lâmina com parte sem fio em sua palma esquerda e forçou a espada de Dylan para baixo, e logo em seguida tentou desferir um golpe com a ponta da espada no peito do jovem filho de Ares, mas o mesmo com tamanha agilidade consegue esquivar, fazendo um rolamento para o lado e logo se recompondo para evitar quaisquer investidas de Lecaile.

- Parece que seu reflexo está bem melhor — Dizia o sátiro com desdém — Mas será o suficiente?

Assim que terminou de falar tais palavras, Lecaile avançou com tamanha velocidade que Dylan por um momento foi pego de surpresa, mas rapidamente se recompôs e armou sua defesa segurando a espada de tal forma que ao receber o golpe, a repeliu por completo, porém Dylan acabou sendo arrastado para trás alguns centímetros pelo impacto do golpe.

- Hoje você está falando bastante, não é Lecaile? — Dizia Dylan encarando-o.

Dylan como sempre quando se empolgava, começou a estalar os dedos da mão que não portava a espada, e quando seu último dedo foi estalado, o mesmo bateu em máxima velocidade para a direção de Lecaile, tentando surpreende-lo com um golpe alto próximo ao pescoço, porém quando viu a movimentação do sátiro, seu corpo reagiu por instinto e rapidamente mudou a direção da espada para baixo, porém Lecaile conseguiu desviar de parte do golpe, recebendo apenas um arranhão no braço esquerdo. O sátiro com uma expressão de surpresa, deixou escapar um pequeno sorriso no canto da boca, mas fora tão pequeno o vacilo, que a expressão de seriedade ja havia retomado sua face e esse então partiu em direção ao ataque.

Lecaile começou a desferir uma sequência de golpes em direção ao Dylan, que por sua vez não resistiria a muitos mais golpes, e assim foi feito... O filho de Ares acabou deixando sua guarda abrir em um dos golpes e Lecaile não deixaria essa oportunidade escapar, acertando um grande golpe com o ombro fazendo com que Dylan desse alguns passos para trás, assim perdendo a base, deu tempo o suficiente para Lecaile desferir um golpe extremamente ágil que raspou o peito da prole de Ares, o que lhe causou um corte que se estendia do umbigo ao peito e criado uma abertura totalmente nova na camisa.

- Espero que tenha gostado do novo estilo da camisa — Falou o Sátiro em tom descontraído e estendendo a mão ao jovem — Você vem demonstrado habilidade com a espada, mas por hoje ja é o suficiente.

Dylan então aceita o gesto do sátiro e segura em sua mão levantando-se e batendo a mão pelo corpo para afastar a poeira, quando ele repentinamente olha pro relógio e vê que se passaram duas horas desde que chegou ao campo de treino.

-Tenho que fazer minhas obrigações do chalé — pensou Dylan, assim partindo de volta ao chalé.





AVALIAÇÃO

Foi um bom treino, com muita descrição, mas falta um pouco de fluidez na narrativa.

♦ NARRATIVA 14/20
♦ CRIATIVIDADE 14/20
♦ GRAMÁTICA 16/20
♦ HABILIDADE 18/20
♦ NPC 13/20
                        
TOTAL 75/100 

avatar
Mensagens : 58
Ver perfil do usuário
Dylan von SchönbornFilhos de Ares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Harry von Schönborn em Dom Set 25, 2016 4:18 am

Hello, bitch!

A preguiça não era para ser algo de extrema constância em uma prole de Ares, porém, Harry adorava quebrar esses paradigmas. Seu corpo era rebelde e nunca seguia os planos do jovem, que vivia quase sempre com preguiça. Mas havia apenas dois momentos em que essa preguiça não exalava pelo corpo de Harry. Esses momentos eram na hora de comer e/ou na hora de lutar. O primeiro raio de Sol se mostrava radiante, passando pelas brechas do chalé e acordando os campistas um por um. E não fora diferente com Harry, que acordou com uma péssima disposição, porém queria tirar o dia para treinar.

O moreno se arrumou lentamente, lavando o rosto com a água fria do acampamento e tomando seu amado café da manhã. Pegou seu presente que ganhara após entrar naquele hospício. O garoto ainda não tinha conhecido ninguém que lhe interessava, e as proles de Afrodite, os quais odiava. Guardou as espadas na bainha e retirou um cigarro do bolso, agarrando-lhe entre o dedo indicador e médio direito, levando-o aos lábios que se umideciam esperando o contato. Deu uma tragada profunda e expeliu a fumaça pelo nariz, no mesmo momento que saía do chalé. As pessoas o olhavam de canto, como se fosse o anormal do acampamento. Mas já era algo comum. Seus passos eram lentos e pesados, ter 1, 78 de altura e 70 kg ajudava bastante no quesito corpo pesado. Porém, não o impedia de ser bem ágil. Sem mais delongas, o moreno adentrava finalmente na arena e por seu prazer, estava vazia. Apenas o instrutor se encontrava por ali. O garoto sorriu de canto e deu uma última tragada no cigarro que estava pela metade. Suspirou fundo e expeliu a fumaça lentamente, sentindo seu pulmão morrer mais um pouco. E continuou a andar.

Não demorou muito pra chegar até um animal estranho. Ou pelo menos o garoto achou que era um animal, porém, ao chegar perto, viu que se tratava de um sátiro. Mas não era um sátiro normal, e sim um... Albino! O sátiro tinha todos os pelos do corpo esbranquiçados e aquilo fez Harry sorrir, era bem exótico, e legal ao olhos da prole de Ares. Chegara à cinco metros do sátiro e pigarreou antes de falar. - Então... Esse instrutor demorar é normal? - E Harry descobriu da pior forma quem era o instrutor. O sátiro estava com uma espada em mãos, na destra, e não proferiu nenhuma palavra, apenas balançou sua espada e com uma velocidade consideravelmente alta, fez um corte na bochecha do moreno. Ele que se afastou consideravelmente do sátiro albino, que apenas sorriu debochado. - Bem-vindo à arena, novato. Primeiro aviso! Respeite o oponente, não importa o quão... Diferente ele seja. Segundo aviso! Se não se mover, eu irei mata-lo sem dó. Espero que tenha entendido. E meu nome é Lacaile. - Falara o sátiro com seriedade. O jovem cerrou os dentes e retirou suas espadas da bainha, iria atacar o sátiro sem nenhuma hesitação.

Os olhos do velho Lacaile quase pulsaram de excitação, parecia que o sátiro não fatiava um semideus a muito tempo. Harry brandiu as espadas e avançou em linha reta em direção ao instrutor, que não moveu um músculo. Chegando à cinquenta centímetros do sátiro, o garoto aplicou um golpe horizontal da direita para a esquerda com o intuito de fazer um corte profundo no peitoral de seu adversário, mas não iria ser tão fácil. O sátiro colocou a espada em vertical e a Brandiu para a direita e aparou o golpe com facilidade, e sem perdeu sequer um segundo, girou o corpo para a esquerda e aplicou uma rasteira no jovem que caiu de rosto no chão. Ficou um pouco atordoado e ao recuperar a visão, olhou que Lacaile não parou seu ataque, avançando com a espada na prole de Ares. Mas por ter reflexos de luta apurados, rolou rapidamente para o lado e via a lâmina passar a centímetros de seu corpo. Harry voltara a se levantar e sem tomar tempo para respirar, avançou com as duas espadas ao mesmo tempo, com golpes para frente e aleatórios, como uma sequência de socos. Mas aquilo não parecia nada para o instrutor que juntava força e agilidade o suficiente para defender os golpes e ainda contra-atacar o garoto, fazendo alguns cortes em seus braços. Mas a prole de Ares não se deteve, e continuou com os golpes, dessa vez desferindo um golpe vertical com a destra e um golpe horizontal baixo com a canhota. O sátiro pareceu suspirar e desviar do golpe um pouco mais lentamente,e assim foi tirado alguns fios do pelo do mesmo. Lacaile riu e com uma velocidade sem precedente, chutou o estômago do garoto e fez um corte na coxa esquerda, porém mais fundo que os anteriores. Harry ajoelhou perante o sátiro e segurou sua coxa esquerda com firmeza, tentando conter o sangue. Lacaile sorriu e fincou a espada no chão. - Volte outra hora, garoto. Você não é de todo ruim, mas falta anos para chegar aos meus pés. - Pronunciou antes de virar as costas. Harry deveria ter ficado com ódio do sátiro albino, porém, sentiu seu corpo pulsar de emoção. Queria aquela sensação de novo. Mas por hora, iria para a enfermaria cuidar dos ferimentos. Detestaria morrer de hemorragia no seu primeiro dia de treino.





AVALIAÇÃO

Bom treino, mas achei alguns erros de pontuação, além de uma falta de fluidez na narrativa. Vamos melhorar com o tempo!.

♦ NARRATIVA 14/20
♦ CRIATIVIDADE 15/20
♦ GRAMÁTICA 13/20
♦ HABILIDADE 15/20
♦ NPC 15/20
                        
TOTAL 72/100 

avatar
Mensagens : 24
Ver perfil do usuário
Harry von SchönbornFilhos de Ares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Achilles von Schönborn em Dom Set 25, 2016 7:22 am

Achilles von Schönborn
ore ni kateru no wa ore dakeda

Treinos de arquearia eram sempre tão chatos, nada de movimento e contato com outra pessoa de forma agressiva, eles me davam um pouco de sono, eu havia terminado um treino de arquearia a uns vinte minutos atrás quando retornei ao chalé de Ares para pegar mais chicletes, o que estava na minha boca havia perdido o gosto. Lancei um em minha boca e o mordi, sabor menta, o melhor. Criei uma bolha com o mesmo que logo estourou e me retirei novamente, indo em direção a arena.

Diferente da arena de arco e flecha, essa arena estava mais cheia, havia uma quantidade interessante de campistas pelo horário, Lacaile orientava alguns campistas com posicionamento e movimentação, outros campistas praticavam contra bonecos de palha e contra outros campistas. Desta vez o instrutor parecia estar muito ocupado então preferi não chamá-lo para um treino. Me aproximei de um boneco de palha que não havia ninguém treinando e transformei apenas um dos meus anéis em espada. O sol refletia na lâmina de um metro banhada a ouro, eu apertava seu cabo e ajeitava os dedos no mesmo.

Rodei a espada utilizando meu punho, eu a segurava na mão direita, precisava melhorar meu combate usando ela. Após terminar de rodar a arma eu executei um corte na horizontal na altura do peito do boneco de palha, o golpe espalhou palha para todos os lados, em seguida, dando sequência ao ataque, executei um golpe na diagonal de baixo para cima buscando novamente o peito do boneco, continuei o treino durante poucos cinco minutos.

Após uma pausa de um minuto, Dylan chegou na arena, o filho de Ares e meu amigo carregava sua moeda em mãos quando eu o avistei. — Dylan, sem preguiça, vamos treinar! Taque essa moeda para cima, se cair a face da espada é eu contra você, sem frescura. — Dylan aparentou ter gostado do convite, ele jogou a moeda para cima e quando ela caiu sobre sua mão novamente ela transformou-se em uma Katana. — É... Parece que hoje você cai, Ach. —  Não entendi muito bem o que ele quis dizer com cair, mas quando vi a katana em sua mão não pude deixar de sorrir. — Prepare-se. — Antes de acabar de falar eu já havia partido para cima de Dylan, utilizei da minha força nas pernas e aceleração para alcançar meu pico de explosão e me aproximar o mais rápido possível de meu irmão.

Como primeiro ataque eu dei uma estocada, Dylan conseguiu defender-se do ataque com facilidade, o garoto posicionou sua espada verticalmente ao lado de seu corpo e deu um passo para o lado, desviando facilmente do golpe. Ele não demorou a contra-atacar, sua velocidade era um pouco mais baixa que a minha e bem abaixo da de Lacaile, pude acompanhar seus movimentos com facilidade, Dylan tentara me golpear com três cortes no mesmo local, os dois primeiros eram cortes lisos e o terceiro veio depois de um fake. Eu me movimentava e trabalhava meus passos para que conseguisse me tornar um alvo mais difícil de acertar, o primeiro golpe, saltei para trás, desviando do mesmo, já o segundo e o terceiro defendi utilizando a lâmina da minha espada, posicionando-a de forma vertical.

Retomei meu ataque com golpes consecutivos no mesmo local, eu buscava acertar o pescoço de Dylan com golpes diagonais para baixo, foram mais ou menos cinco golpes. Todos eles muito bem defendidos pela prole da Guerra, meu irmão. — Não poderia esperar menos de você, Dylan. — Dizia ao garoto enquanto o atacava.  

Sem perceber, a grande maioria dos semideuses no local estavam com sua atenção voltada para nós, inclusive Lacaile. O sátiro tomou a frente começou a nos dar instruções durante o combate. — Vocês estão muito rígidos, tornem seus movimentos mais leves! — Gritava Lacaile.

Sua voz parecia meio longe para mim naquele momento, eu estava tão concentrado no combate contra meu oponente que a voz do instrutor parecia apenas coisa da minha cabeça, mas mesmo assim, eu estava ciente que era ele que estava falando. Tentei absorver a informação e passar isso para meu corpo. Saltei para trás e dei uma pequena pausa no ataque. — Relaxem os ombros, braços e punhos! — Disse  o sátiro instrutor. Neste momento, pude perceber que Dylan também havia absorvido a informação, ele parecia mais relaxado também. — Desculpe Ach, não vou poder pegar leve. —Ele avançou em extrema velocidade e me atacou com uma estocada, fiquei parado e movimentei apenas a cabeça para o lado, a lâmina de Dylan cortou minha bochecha de raspão, me mantive naquela posição e abri um sorriso. — É bom que não pegue leve mesmo.

Empurrei Dylan com minha mão direita e saltei para trás. O sangue escorria pela minha bochecha, neste momento meu anel dourado se transformou em outra lâmina banhada a ouro imperial de um metro, eu passei a lâmina em minha bochecha de forma que não a cortasse e logo lambi meu próprio sangue. Após isso  brandi ambas as armas e avancei. Golpeei Dylan de forma animal, com extrema velocidade e precisão eu forçava Dylan a caminhar para trás com golpes rápidos e pesados, cortes na diagonal, horizontal, vertical da forma que fosse possível, felizmente o rapaz era um filho de Ares, se não a situação poderia ter ficado ruim para ele. Do lado de fora, Lacaile auxiliava tanto a mim no ataque, dizendo possíveis coisas a serem feitas quanto a Dylan o ajudando com a defesa.

Recuei por um momento e voltei a transformar minha espada em anel, Dylan aproveitou o momento e avançou contra mim, ele golpeava de forma bruta e rápida também. Mantive minha postura e aparava da golpe, o garoto estava começando a ficar encoberto pela insatisfação, foi quando ele errou, ele tentou "finalizar" o combo com uma estocada. Percebi o erro de Dylan, que foi dar um balanço maior que o que deveria, dei um passo para o lado e toquei minha lâmina com a dele, rodei o pulso e estiquei meu braço, como resultado, o desarmei. Abri um sorriso para o mesmo e o cumprimentei. Lacaile se aproximou lentamente nos cumprimentou. — Vocês foram ótimos, seguiram minhas instruções durante o combate, perceberam que ficou mais fácil golpear e defender? — Ambos concordaram com a cabeça e o sátiro continuou. — Ótimo, continuem assim e não irão morrer tão rápido. — E instrutor virou as costas logo depois e começou a andar. — Vão descansar. — Disse o mesmo enquanto andava para voltar a orientar os semideuses.

Voltei a olhar para Dylan — Foi uma boa luta, mano. — Estiquei o punho para o mesmo, que respondeu batendo seu punho com o meu. — Digo o mesmo, valeu! —Após finalizar o treino, minha espada voltou a ser um anel e eu me retirei em direção ao quinto chalé.


Qualidades/defeitos:
➤ Esgrimista
➤ Regrado
Habilidades:
➤ Treino Árduo: Essa habilidade permite ganhar 1 ponto extra em todo treinamento que realizar.

➤ Telumcinese: O filho da Guerra sabe como usar qualquer tipo de armamento. Mesmo que ele nunca tenha visto o objeto, saberá perfeitamente como utilizar a arma proposta. Dessa forma, toda arma em sua posso ganha 10 pontos de ataque extras, independente do que for.

➤ Indolor: Habilidade de não sentir dor, Logo, machucados não te impedem de prosseguir lutando.

➤ Esquiva Involuntária: Filhos de Ares pressentem um ataque e desviam automaticamente, ou seja, não é preciso ver o golpe para desviar. Podem se esquivar de quaisquer golpes a cada duas investidas do oponente.

➤ Desarmar: Habilidade de desarmar um outro oponente. Gasta-se nada de MP, se o alvo estiver num nível abaixo do teu, caso contrário, gasta-se o equivalente ao nível do alvo.

OFF:
• Recebi a permissão do off do Dylan para poder utilizar a personagem dele no treino.


AVALIAÇÃO

Bom treino, bem criativo, mas sua narrativa falhou um pouco dessa vez. Não sei o que aconteceu.

♦ NARRATIVA 17/20
♦ CRIATIVIDADE 20/20
♦ GRAMÁTICA 14/20
♦ HABILIDADE 17/20
♦ NPC 16/20
                        
TOTAL 84/100 

avatar
Mensagens : 118
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Harry von Schönborn em Dom Set 25, 2016 8:30 pm

Hello, bitch!

Apesar de sua exaustiva tentativa de ser mais ativo, Harry passara a manhã toda deitado e lendo um livro aleatório sobre a arte da guerra, indicado por um de seus irmãos. Mas o simples fato de precisar segurar aquele livro em direção de seus olhos, já o cansava. Levantou lentamente e fora direto para o banheiro, uma ducha fria sempre caía bem em qualquer hora. Após o banho, a prole de Ares decidia como seria o resto de seu dia, e um treino fazia parte de seus planos. O Sol parecia estar mais forte, dando sinal de que a tarde chagara. Então sem delongas, Harry vestiu-se para o treino e foi de encontro com sua Double War. E havia algo que não poderia deixar de fazer, sua mania e vicio. Fumar antes de um treino ou luta já se tornava um ritual, e durou apenas alguns minutos para o pedaço de morte acabar. Com tudo em seu lugar, o jovem caminhou até a arena.

Naquela tarde ensolarada e com pelo menos 30° graus, a arena se encontrava parcialmente cheia, com cerca de 15 alunos em torno do instrutor. Era uma visão um tanto quanto engraçada, pois no meio de campistas altos e fortes, estava um sátiro miúdo e albino, com seu jeito barrento de ser. Harry apanhara para o sátiro da última vez em que esteve ali, ainda sentia um pouco de dor na coxa esquerda, mas nada que atrapalhasse. O jovem juntou-se ao outros campistas e se aproximou o máximo de pôde do sátiro, que cuspia palavras de ordens como uma metralhadora. - Me escutem, seus inúteis. Hoje faremos um treino especial, não irei surra-los dessa vez. Irei separar vocês em duplas de luta. Não se matem. - Alguns risos se formaram no meio dos campistas, mas o barulho se dispersou assim que o sátiro começara a formar as duplas. Harry estava ansioso para ver seu adversário, queria enfrentar algum irmão para ter uma boa diversão. Pensamento arrogante, porém, sincero. Os filhos de Ares se divertiam com qualquer batalha e se aproveitavam ao máximo.

Não demorou muito para que seu nome fosse chamado, mas teve uma surpresa. Iria lutar contra uma prole de Afrodite. Um sorriso tomou conta de seu rosto, e retirou as duas espadas da bainha, caminhando para o centro da arena. O nome de seu adversário era Lucca e parecia ter a mesma idade, sendo um pouco mais baixo e menos robusto. Ele brandia uma espada normal longa e sem nenhum escudo, o que fez Harry suspirar. O moreno fincou a espada esquerda no chão e apenas se manteve com uma. Odiava desigualdade. Lucca partiu para cima sem pestanejar, e correu em zig zag, sem dar nenhuma pista por onde atacaria. Harry manteve sua base até o último momento, e seu adversário tentou corta-lo de baixo para cima num corte vertical. Mas Harry aparou o golpe, fazendo o movimento contrário. Sem parar pra respirar, o jovem se agachou rapidamente e tentou golpear as pernas da prole de Afrodite, mas o mesmo parecia ser bem rápido, pois esquivou sem problemas com um pulo para trás. Os dois se estudaram por breves momentos, mas a prole de Ares decidiu ser o atacante, e correu em linha reta, inicialmente sem nenhuma estratégia. Mas ao chegar à um metro de Lucca, chutara a poeira que havia no chão e limitou a visão do oponente. Seus movimentos ficaram mais precisos e rápidos, girando o corpo e golpeando Lucca nos ombros,fazendo cortes superficiais. Continuou o golpeando com cortes na bochecha e nas pernas, e isso o fez soltar um grito de dor e recuar em um rolamento desesperado.

O sátiro via todo os movimentos de longe e parecia estar se divertindo. Ele gritava algumas dicas para os dois duelistas, chamando-os de burros a cada erro. Harry não parecia dar muito ouvido, mas algumas dicas levava em consideração. Lucca estava agachado no chão, com alguns cortes pelo corpo, mas não parecia desistir. Se colocou de pé com dificuldade e olhou para Harry com fúria nos olhos. A prole de Ares sorriu e provocou. - Olha, não é que a florzinha é resistente? - A provocação fez com que Lucca explodisse em ódio e avançou cegamente. Sua velocidade aumentara consideravelmente, e conseguiu surpreender Harry, que tentou aparar os golpes de Lucca, mas sua força também estava maior e a prole de Ares fora encurralado, sendo jogado para trás. Lucca conseguiu atingir a espada no ombro esquerdo de Harry, em um corte longo. O moreno rugiu de dor, mas não teve tempo para choramingos, começou seu contra-ataque, aparando o golpe de Lucca e no mesmo ato, agachando e girando o corpo para a direita. Lucca caiu no chão com força e acabou deixando sua espada voar longe, dando uma chance para Harry rende-lo. Harry sentia uma enorme vontade de cortar a prole de Afrodite, mas se contentou apenas com a vitória, dando uma respirada longa e pesada, olhando com um sorriso para o sátiro. - Se prepare, velhote, estou chegando em você. - O sátiro soltou uma risada grave que ecoou pela arena e olhou para Harry. - Falta-lhe muito para chegar em mim, criança. Mas continue treinando assim, quem sabe algum dia não chegue. - Harry deixou escapar uma risada baixa e guardou sua Double War na bainha, encerrando seu treino por ali.





AVALIAÇÃO

Interessante.

♦ NARRATIVA 17/20
♦ CRIATIVIDADE 18/20
♦ GRAMÁTICA 16/20
♦ HABILIDADE 17/20
♦ NPC 14/20

TOTAL 84/100

avatar
Mensagens : 24
Ver perfil do usuário
Harry von SchönbornFilhos de Ares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Higor Kawasaki em Seg Set 26, 2016 8:15 pm

Lá estava eu novamente na arena. Me dirigi em direção a Lacaile e fui direto:

- Vamos treinar.
- Está bem. Paçoca. - Ele respondeu enquanto pegava a espada.

Começamos a trocar golpes e entre uma estocada e outra comecei:

- Me desculpa pelo papo da mãe no outro dia. Era só uma estratégia para desestabilizar você.
- Tudo bem garoto. - Dizia enquanto atacava verticalmente contra mim - Era uma boa estratégia. Até me pegou de surpresa no começo. Mas sabe. As vezes as estratégias não funcionam e planos dão errado. Nesses momentos sua salvação será o seu treino e dedicação. - E em seguida tentou atingir a parte de dentro do meu pulso.

Continuamos o treino em silêncio. Eu atacava fortemente. Mas Lacaile era mais experiente e habilidoso, após cada ataque meu ele se defendia e contra-atacava com ainda mais força. Eu estava cedendo e logo seria desarmado ou derrubado. Eu tinha que pensar em algo, ou, não. Eu tinha que acreditar em meu treino mesmo este não sendo muito. Então ataquei Lacaile em um golpe horizontal que ele defendeu e estava prestes a contra-atacar quando fiz algo que eu já havia visto ele fazer. Girei minha espada e fiz toda a força possível. Se foi sorte ou não eu não sei. Mas o fato é que a espada de madeira de Lacaile voou longe. Aproveitei aquele raro momento de distração do sátiro e o derrubei com um golpe para em seguida, colocar minha espada em sua garganta.

- Você tem razão Lacaile. Estratégia não é tudo.



AVALIAÇÃO

Não foi um bom texto. Se quiser uma ajuda pode mandar uma MP com o link daqui que eu falo o que está errado.

♦ NARRATIVA 9/20
♦ CRIATIVIDADE 8/20
♦ GRAMÁTICA 10/20
♦ HABILIDADE 9/20
♦ NPC 5/20
                       
TOTAL 41/100  

avatar
Mensagens : 14
Ver perfil do usuário
Higor KawasakiFilhos de Deméter

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Irina Feuerschütte em Qua Set 28, 2016 1:51 am

— Florete X Contra X Bonecos


Era mais um belo dia no Acampamento Meio-Sangue. Apolo iluminava todo o acampamento, enquanto os mais diversos semideuses treinavam ou lutavam contra monstros, eu estava lá, caminhando pelo acampamento, bebendo um pouco de vinho.

Eu ficava encarando tudo aquilo e pensando em como me sairia num combate. Sabe como é, semideuses precisam lutar contra monstros para sobreviver, mas, por algum motivo, eu pouco me importava com isso, e só queria saber de viver tranquilamente. Tudo o que eu sabia era lutar usando o Florete que minha mãe me deu.

Apesar de tudo, eu ainda continuava sem querer treinar. No entanto, isso logo mudou quando eu comecei a ouvir alguns filhos de Ares chamando minha mãe de "Afrobitch", muitos ainda dizendo que os filhos de Afrodite são fracos e nunca poderiam lutar de igual contra algum monstro mais forte. Aquilo me deixou irada. Foi então que decidi começar a treinar e calar a lingua dos chatos de Ares, ou melhor, cortar fora a lingua deles.

Assim que cheguei na área de treinamento de espadas, observei um certo alguém, bem peculiar. Um Sátiro treinando semideuses. Confesso que aquilo me deixou com uma pulga atrás da orelha (Alguém ainda fala isso?) sobre como ele poderia ser tão forte a ponto de conseguir ensinar até mesmo os filhos do deus da guerra.
- Com licença, senhor...eu gostaria de ter uma luta contigo.
- O quê?! Não vou lutar contra uma campista recém-chegada. Muito menos contra uma filha de Afrobitch. - ele falou aquilo com tanto desprezo, que eu cheguei a me sentir ofendida, e com mais raiva ainda. Mesmo assim, não queria discutir com alguém como ele. Logo retirei o Florete Delicado de minha bolsa e comecei a treinar com alguns bonecos que tinham por ali.

O Florete Delicado era leve, e com isso eu podia me mover de forma um tanto melhor. Além de facil movimento, o florete era bastante afiado, e me permitia fazer alguns ataques perfurantes. Mesmo assim, eu ia querer fazer mais, tentar ataques mais precisos e um tanto mais poderosos com aquele Florete.

Comecei pulando de um lado de outro na frente dos bonecos para treinamento, como se estivesse sendo atacando. Aquilo me ajudaria a simular um pouco o combate. Em seguida avancei no braço do mesmo, tentando cortá-lo fora, mas ao invés disso, antes de atingir o alvo, parei meu ataque, fingindo ter sido defendido, em seguida recuei. Em seguida tentei um ataque perfurante, parando na metade, como se tivesse sido bloqueada. Eu tinha uma imaginação um tanto fértil, e simular um combate era facil para mim, mas não sabia como meus colegas do acampamento iriam reagir. Eles poderiam até pensar que eu só estava treinando, exceto pelo fato de conversar com o boneco de treinamento.

Logo decidi começar a "lutar à sério". Avancei na direção do boneco em alta velocidade, atacando em seguida com o Florete. Fiz movimentos rápido e precisos. O primeiro ataque atingiu a cintura do boneco, cortando um pequeno pedaço. O outro foi direito no ombro. O último atingiu o braço. Depois comecei a lutar girando meu corpo. Ao girar eu conseguia um pouco mais de força, e com isso, ainda fui capaz de cortar fora o braço de um dos meus "companheiros" de treinamento.

Depois de ver aquilo tudo, o senhor Sátiro veio falar comigo:
- Tudo bem. Treino contigo - não sabia dizer se aquilo era por pena, ou por achar que eu poderia me tornar uma boa campista. De qualquer forma, eu estou preparada para tudo.
— viking age



AVALIAÇÃO

Treino simples e bom.

♦ NARRATIVA 11/20
♦ CRIATIVIDADE 10/20
♦ GRAMÁTICA 15/20
♦ HABILIDADE 14/20
♦ NPC 5/20
                       
TOTAL 55/100  

avatar
Mensagens : 3
Ver perfil do usuário
Irina FeuerschütteFilhos de Afrodite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Treino com Espadas e Floretes ♦

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum