Últimos assuntos
» White Belladona - Tenda do Albafica
Hoje à(s) 10:37 pm por Chandra V. Harper

» ✮ NPC'S - TERRORISTAS ✮
Hoje à(s) 6:41 pm por Panteão

» MNM - Flores noturnas - Chandra, Alexander e Theod
Hoje à(s) 6:57 am por Chandra V. Harper

» MvP - Jake Tyler
Ontem à(s) 8:00 pm por Héstia

» EVENTO - TERROR DE HALLOWEEN
Sex Dez 15, 2017 2:17 pm por Hipnos

» Chalé 24: Thanatos
Sex Dez 15, 2017 12:49 am por Cecil Hyunhan

» Shiny Pawn - Serviço de venda do Ace
Qui Dez 14, 2017 7:37 pm por Ace Fox

» ♦ Treino com Livro e Magia ♦
Qui Dez 14, 2017 4:25 am por Mnemosyne

» EVENTO ON - FESTIVAL DAS UVAS
Qui Dez 14, 2017 3:40 am por Afrodite

Irmãos
3 de 5
Créditos
» Skin obtenido de Captain Knows Best creado por Neeve, gracias a los aportes y tutoriales de Hardrock, Glintz y Asistencia Foroactivo.
» Demais Créditos ao fórum e a Mayu Amakura da Lotus Graphics.
Elite
7 de 9
Parceiros
27 de 33

MOP - Entre Dois Mundos - Ace Kurama

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MOP - Entre Dois Mundos - Ace Kurama

Mensagem por Hipnos em Sex Jul 15, 2016 4:13 pm

ENTRE DOIS MUNDOS
Sonho ou Realidade
Fazia um tempinho que Ace estava sendo atormentado pelo passado e isso já se tornava cansativo. Noite a pós noite ele tinha os mesmos sonhos esquisitos e ele tinha certeza que Hipnos o estava punindo a mando de alguém. Será que o garoto tinha feito algo errado ou era apenas uma brincadeira dos deuses contra ele. A questão é, esta já é a quinta noite de sono mal dormido e Ace precisa de respostas.

objetivo:
Abaixo há uma lista de coisas a se fazer em sua missão, não é preciso fazer tudo, mas escolha pelo menos 10 itens que julgar interessante e apresente em sua missão da forma que achar mais interessante.

- ter um sonho com sua família em 10 linhas (10XP)
- viajar para o submundo (5XP) ou viajar para Morpheia (5XP)
- encontrar Hades em sonhos (10XP) ou em seu castelo (10XP)
-descrever seu pai em 5 linhas (5XP)
- lutar contra 3 monstros do submundo (ganha 1 nível)
- bater um papo com Perséfone (ganha-se um item) ou Pasithea (ganha-se um Item)
- descobrir o culpado da morte de sua mãe (1 ponto de treinamento em espada) ou o culpado por matar sua irmã (1 ponto de treinamento em magia)
- encontrar Apolo em sonho (40 D$)
- se perder nalgum lugar (10XP)
- encontrar algo teu de quando era criança (1 ponto em qualquer arma que queira)
- descrever um sentimento de tristeza (ganha-se Melancolia como defeito) ou um sentimento de raiva (ganha-se Ira como defeito)
-  ter um vislumbre do passado (5XP)
- combater um Deus (1 nível)
- ortografia correta (20XP) - Avaliação do Narrador
- dinamismo do texto (20XP) - Avaliação do Narrador
- texto de até 50 linhas (20XP) ou texto de 100 linhas (50XP) ou texto de 200 linhas ou mais (100XP) - Avaliação do Narrador

regras:
- como eu já disse, não precisa fazer tudo, escolha o que achar viável para sua história fazer sentido.
- Ao final eu contabilizarei seus ganhos e perdas e possivelmente lhe darei um item especial
-boa sorte

Haymon Derrier
avatar
Mensagens : 725
Ver perfil do usuário
HipnosDeuses Menores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MOP - Entre Dois Mundos - Ace Kurama

Mensagem por Ace Fox em Sex Jul 22, 2016 9:54 pm

Uma Nova Aventura- Informações do Passado

Numa noite eu dormiria descansado sonhando com a minha mãe a fazer me o pequeno almoço e a preparar me a minha lancheira para a escola, sonharia também com a minha irmã a correr pela casa de um lado para outro com os seus bonecos, lembrando em como a minha mãe gritava com ela porque ela acabava sempre por deixar os bonecos espalhados no chão, quando a minha mãe trazia a minha irmã quando era hora de me ir buscar a escola trazendo sempre um pequeno lanche eu era sempre uma pessoa muito solitária na escola mas em casa era como tudo fosse diferente eu dava me bem com a minha Mãe e irmã eu brincava sempre com a minha irmã e as vezes ajudaria a minha mãe nos me casa limpando e lavando os pratos sempre tentando ajudar ela ao máximo porque ela criava nos apesar do seu trabalho ela acabava sempre por arranjar tempo para nos os dois então durante o meu sonho a imagem da minha Mãe e irmã teria desaparecido no meio de um grande brilho um brilho tão forte que quase que não conseguiria abrir os meus olhos ate que eu começo a ouvir vários relinchares então o brilho torna se menos forte demonstrando uma carruagem a vir na minha direcção os cavalos brancos pousariam mesmo a minha frente e na carruagem revelaria uma identidade misteriosa – Quem és tu? Pera isto é um sonho o que fazes aqui.
- Bem pouca coisa na verdade o meu nome é Apolo e eu vim aqui apenas para te dar uma mensagem, sabes eu tive uma visão e essa visão era sobre a tua Mãe e a tua irmã.
- Apolo? Como o deus Apolo, o que um deus faz no meu sonho.
-Bem nem tudo é um sonho, geralmente os semideuses também têm visões e premonições nos seus sonhos por isso e que este sonho não é apenas um sonho isto tem um significado, e esse significado é o destino onde tu poderás descobrir mais sobre o teu passado e o que aconteceu nele.
-Muito bem, eu não sei bem no que acreditar mas acho que isto é o mas próximo que conseguirei ter sobre o meu passado e sobre o que aconteceu, por favor diz-me qual foi a sua visão.
- Na minha visão tu estarias no submundo a falar com Persefone, bem isto e tudo o que posso dizer, agora tenho que ir boa sorte.
-Pera não isso é pouco?
Apolo teria ido embora e Ace acorda repentinamente tentando perceber se aquilo realmente aconteceu ou não.
-Que raio, ir para o submundo e quem é Persefone e como irei para lã?
Pegando na minha espada e pulseira eu prepararia me para ir a casa grande falar com o Quiron, sobre a visão.
Entraria dentro da Casa Grande e contaria o sucedido ao Quiron, apos ter contado tudo direitinho do que teria acontecido ele responde: -Submundo! Bem apesar de ser perigoso e mesmo que te diga para não ires eu sei que não irias ouvir-me por que tu queres respostas sobre o teu passado pode ser que encontres ou não, alem disso as visões de Apolo quase nunca falham por isso sei que iras descobrir alguma coisa por lá mesmo que seija mínima.
- Mas Quiron no Submundo como e que eu irei para lá, isto não é um tipo de viagem em que eu apanhe um táxi e já estou la.
- Ahahahah! Um táxi tu não precisas de nada disso apesar de não saberes aqui como ir “Quiron aponta para a cabeça”tu na verdade sabes como ir aqui “Quiron aponta para o coração”apesar de serem poucas Hades criou entradas que ligam o submundo ao mundo mortal ele usava elas para libertar criaturas para semear o terror algumas foram fechadas pelo próprio Zeus outras podem estar esquecidas tu só tens que usar o teu poder e sentir como ir para ate a entrada provavelmente iras sentir uma atracção forte sempre que estiveres perto dela, leva o que for preciso para esta viagem e lembra te tem cuidado.
-Sim Quiron!
Eu caminharia ate a saída do acampamento [...] andaria pela floresta ate encontrar uma estrada assim que encontro uma estrada eu começaria a olhar em volta tentando perceber para lado iria e foi então que notei um barulho estranho no ambiente, e depois reparo que do outro lado da estrada estaria duas pessoas a falar uma com a outra parecendo que discutiam então eu atravessei a estrada e aproximei me delas e perguntei – Olá para que lado fica o posto de transportes mais próximo.
Os dois ficariam a olhar para mim com ar de espanto e respondiam:
-Estas a falar connosco?
-Sim não estou a ver mais ninguém por aqui, podem me dizer ou não eu tenho que ir para um sitio mas não sem como.
- Pera tu consegues ver nos aos dois e ouvir, uau olha so irmão isto e uma coisa que não se vê todos os dias.
Depois o outro irmão mais novo ficaria assustado e começaria a afastar-se um pouco de mim.
- Ei para onde vais o que foi, parece que vieste um fantasma kkk pareces com medo, mas não entendo do que tu já estas morto, não por isso duvido que exista algo que nos assuste agora.
O irmão mais velho parecia confiante mas ao mesmo tempo o irmão mais novo apontaria para mim e responderia.
- E-Ele deve ser um semideus, só pode irmão pensa bem se nos estamos mortos, como e que um simples humano iria conseguir nos ver e falar ainda por mais não ficar assustado com a nossa presença.
- Hmmh? Realmente tens razão, ei tu como te chamas és mesmo um semideus.
- Sim sou o meu é Ace, Ace Kurama e eu sou ... bem sou filho de Hades.
Demonstraria um sorriso após ter respondido a eles, seria um pouco estranho o mais velho era alto cabelo preto e olhos castanhos com uma personalidade de ser confiante e engraçado mas ao mesmo tempo teria um olhar serio, o mais novo era um pouco mais baixo e era totalmente diferente do seu irmão ele era medricas e acreditava em varias coisas historia e mitos, ele teria um pequeno conhecimento sobre isso, e ambos teriam as suas roupas rasgadas e com sangue.
- O que! Filho de Hades não te aproximes de nos, não queremos ir lá para baixo deixa nos em paz.
- Lá para baixo porque eu iria matar vocês, eu apenas quero saber a direcção para a estação mais próxima.
- Tu ainda não deste conta nos já estamos mortos, nos morremos aqui perto faz anos, mas por alguma razão as nossas almas ficaram aqui, mas se calhar deve ser melhor do que saber para que sítio iremos será para cima o paraíso ou para baixo o submundo.
- Mano vamos embora, eu não estou a gostar da presença dele e ainda mais fria do nos.
- Pera submundo, e para la onde eu quero ir, mas apesar de ser filho dele eu não sei bem como ir para lã, eu sei que tenho de encontrar uma entrada mas como.
Eu aproximava me dos deles os dois e sem querer aproximei me demasiado comecei logo a sentir um forte sensação como se algo estivesse a falar comigo ou a chamar me um poder imenso, rapidamente olho em direcção o norte e fiquei a olhar durante um tempo para la tentando perceber do que se tratava e depois foi como se uma imagem de uma entrada escura tivesse me passado rapidamente pela minha cabeça.
-Acho que é por aquele lado, bem obrigada mas irei seguir caminho.
Os dois ficariam a olhar um para o outro durante algum tempo enquanto eu seguiria o meu caminho, e foi então que o mais novo notou do que o seu irmão estaria a pensar e começaria a acenar com a cabeça significando não.
- Sim se formos com ele talvez nada teremos uma ultima aventura, ei espera por nos, também vamos deixa me apresentar melhor eu sou o Igor e este e o meu irmão mais novo Robert, então como funciona isso, como sabes o caminho para a entrada.
-Não sei bem! Simplesmente sei sinto elas e o poder que vem através delas ondas negativas ou algo do género, já agora porque querem vir comigo sabem que se atravessarem a entrada podem nunca voltarem, as vossas almas podem não ter retorno para o céu.
-Sim nos sabemos, mas queríamos ter uma última aventura.
- Eu não quero tenho um mau pressentimento.
- Cala-te já tas morto para de ser medricas.
. Calem-se os dois estou a tentar concentrar-me, olhem se vão me acompanhar teram que ficar calados e fazer o que eu mandar entendido.
Enquanto eu falava com eles um carro iria na mesma direcção que nos, ao ver eu falar sozinho ele para abre o vidro revelando um casal, a mulher põe a cabeça ao pe do marido (marido e que conduzia) – Ola querido esta tudo bem contigo estas perdido.
O Igor rapidamente responde para mim – Ok iremos fazer tudo o que pedires.
“Sussurrando”- Óptimo agora cala-te
-Olá sim bem mais ou menos eu queria saber para que sitio aquela direcção me leva bem leva para o centro de nova York Manhattan por que queres boleia para lá nos vamos passar por lá podemos dar te boleia se quiseres.
Quando eu estava prestes a responder o Igor tocava me pedindo para eu aceitar e eu tive outro pressentimento de novo, desta vez teria visto a tableta de Hollywood, seria como se os meus poderes reagissem ao espíritos, seria lógico se eu consigo pressentir e saber as entradas para o submundo seria normal eles reagirem aos espíritos também visto que são para la que alguns vão.
-Eu rapaz estas bem queres ajuda.
- Sim estou bem, na verdade eu preciso de boleia para Hollywood se não for um incomodo.
Eles olhariam um para o outro e começariam a sorrir.
- Claro que não na verdade e para la mesmo que nos iremos, vamos entra.
Eu abriria a porta de trás e sentaria me no banco mas sem que me desse conta Igor e Robert já estariam la sentados.
Eu encostei me na porta e cai no sono durante a viagem.
Apos umas horas a dormir eu acordaria com algum barulho, eu olharia e estaria o casal a gritar e o Igor também, tanta gritaria o assaltante estaria com a mão agarrar no marido e no ombro dele através da janela, rapidamente eu meto a minha mão no braço do assaltante e olho para ele na qual a minha presença faria ele ficar todo arrepiado e gelado como se ele tivesse visto algum fantasma ele ficaria gelado só da minha presença como se a sua alma o tivesse abandonado.
-Deixa-os em paz vai te embora!
O assaltante com medo e todo arrepiado acenaria com a cabeça e sairia a correr.
-Estao todos bem.
-Sim nos já chegamos mas dai ele apareceu do nada e começou a agredir me,o que aconteceu como fizeste isso.
“Sorrindo” - Isto o que? Eu não fiz nada kkk eu apenas pedi a ele gentilmente, bem obrigda pela a boleia mas tenho de ir.
Abriria a portas e pegaria nas minhas coisas e começaria a caminha em direçao do placar, desta vez conseguiria sentir claramente a energia da entrada.
Apos uma longa caminhada teria conseguido finalmente chegar, eu saltaria a cerca de protecção que estaria a rondar o placar e quando me aproximo a sensação seria muito mais forte foi então que um leve sismo abalaria o chão a minha e o chão seria engolido por um buraco negro parecendo uma espécie de portal, ter sido aberto sozinho por causa da minha presença com se eu já tivesse o acesso e permissão para entrar, olharia para ele perguntaria:
- Eu irei entrar, podem vir comigo ou não, eu não obrigarei ninguém e mais eu aconselho a ficarem aqui.
Começaria por meter a minha espada as costas enquanto eles olhariam um para o outro e sem esperar por uma resposta eu saltaria para a entrada na qual ela se fecharia assim que entra-se.
Eu cairia no sitio escuro parecendo um cais o chão era húmido e quando olho para a frente estaria uma barca atrancada eu aproximaria me e via uma identidade coberta por um manto preto na barca e antes que eu pudesse falar algo ela daria me sinal para entrar, eu entro e ele começa a navegar 5 rios pelo Aqueronte (rio das dores e aflições) onde daria para ouvir almas a gritar,  Cócito (rio dos gemidos e lamentações); Estige (o gelado rio dos horrores, no qual os Deuses faziam seus juramentos, assim considerado o rio do ódio);  Flegetonte ou Piriflegetonte (rio das chamas inextinguíveis); e, por fim, Lete (rio do esquecimento, no qual as almas bebiam de suas águas, para voltarem a Terra).
Todas aquelas almas reflectindo nas aguas de cada rio seria uma coisa que nunca teria visto antes e por fim chegaria mos a terra e assim que teria chegado o homem da barca estenderia a mão para mim esperando o pagamento, ficando a estranhar ele só estar a pedir agora o pagamento ele devia ter pedido antes eu então daria a ele uma moeda mas ele atira de volta para mim sugerindo que não serviria para nada, na qual eu responderia:
-Não sei se que tipo de moedas tu queres mas eu não tenho mais nada alem do mais sou filho de Hades e vim ca visitar o meu pai por isso logo não irei pagar, o homem da barca chateia-se e golpeava o chão com o remo invocando 5 Ghouls, fico surpreso com o que teria acabado de acontecer Ghouls, pois bem eu desembainharia a minha espada das costas e prepararia me para atacar, eles tentariam me agarrar mas eu corto os braços de 2 deles na qual um ajuda o outro e metem os braços de novo como eu poderia matar aquelas criaturas foi então que um tentou me atacar enquanto eu pensava e com a supressa do ataque eu tive uma reacção em cortar logo a cabeça na qual o corto não se levantou mais apenas teria virado pó
-Ok cortar a cabeça, pois bem vamos lá.
Eu correria com toda a minha velocidade em direcção dos 4 restantes e cortaria a cabeça de 2 deles em seguida levantaria a minha mão e fazia levantar pedras do chão não qual eu dispararia contra a cabeça dos 2 últimos na qual o Homem da barca olharia para mim e inclinava-se perante mim mostrando respeito, eu olharia para o longe e daria para ver o grande castelo … após um longo caminho eu teria chegado finalmente aos portões e quando dou um passo adiante por trás de mim apareceria uma sombra grande no chão eu olharia para trás e um estaria perante um cão grande de 3 cabeças, eu estaria perante Cerberus o guardião dos portões do castelo.
Cerberus aproximaria a suas 3 cabeças a mim e eu olharia para ele um bocado nervoso com o que poderia acontecer não tinha como eu lutar com ele sem me magoar ou perder a vida mas foi então que após ele me cheirar ele abaixaria as cabeças para mim permitindo a minha passagem eu daria uma festa nas cabeças dele e então atravessaria os portões.
Por minha surpresa eu teria conseguido chegar ate aqui estaria prestes a entrar no castelo e conhecer Hades mas foi então que ao aproximar me da porta do castelo seria aberta e eu recebido por uma bela mulher com uns longos cabelos castanhos e com uma rosa negra entre a sua orelha ela falaria –Bem vindo estávamos a tua espera, o teu pai ta ansioso para te conhecer.
- Pois bem não quero perder muito tempo leva me ate ele.
- Oh! A tua atitude séria com um bocado de maldade gosto disso, da mesmo para ver que és filho dele, pois bem chegue-me.
Eu seguia ela mais para dentro do castelo na qual ela levaria me ate uma grande sala parecendo um salão que teria uma grande Lareira e numa cadeira grande tapado pelas sombras eu conseguiria ver uma mão agarrando um copo de vinho.
Ele levanta-se revelando um homem cabelo longo ate ao ombros preto e de fato negro como estivesse preparado para ir a um funeral ele estaria a usar um anel de uma caveira, ele tinha barba preta ao que parecia seria apenas a sua forma humana na qual eu comentaria.
-Es sempre assim ou e apenas um disfarce que os deuses usam.
- Tens razão meu filho devia me apresentar mais correctamente para ti.
A sua forma formal teria desaparecido numa névoa negra demonstrando armaduras negras e vermelhas no seu corpo um bidente negro estaria na sua mão os seus olhos brilhariam com estivessem em chamas o seu cabelo teria uma cor mais negra avermelhada como se tivesse tingido com sangue e em seguida ele fala para a mulher.
-Persefone trás algo para ele beber.
E então que assim ele revela o nome dela eu viraria me para ela e responderia.
-Alto tu e que és a Persefone.
- Sim sou porque?
- Porque eu tenho algumas questões para lhe fazer, quero saber o que aconteceu com a minha mãe e com a minha irmã, esperei muito por esta oportunidade e sei que se existe alguém que sabe sobre o que aconteceu esse alguém,  são vocês os dois agora respondam-me.
Ela abaixaria a cabeça, demonstrando um bocado medo sobre o assunto mas não era para mim mas sim para Hades.
-Bem meu filho foi triste o que aconteceu com elas e sim sabemos o que aconteceu bem metade apenas.
-Como assim metade?
- Bem na verdade a minha amada esposa ela descobriu tudo sobre mim e sua mãe tal como sobre que tu eras meu filho, conta lhe Persefone.
- Bem eu mandei matar a tua mãe.
Eu tiro a minha espada mas antes que possa atacar ela o meu pai com um simples gesto atiraria me para longe e depois pegaria na minha espada.
- Calma deixa ela falar, estou surpreso tens uma espada eclipse contigo agora sei como conseguiste livrar te dos ghouls criaturas das trevas não são nada perante esta espada, agora fica calmo e ouve as desculpas de Persefone não querias a verdade ela ira dizer a verdade toda.
- Sim eu mandei matar a tua mãe por ciúmes, mas eu não fui a responsável pela morte de sua irmã apesar de ela ser apenas meia-irmã.
- Do que estas a falar ela era minha irmã.
- Não ela era tua meia-irmã se ela fosse totalmente tua irmã ela seria filha de hades também mas não a tua mãe teve um caso com um mortal na qual resultou no nascimento da tua irmã e ela fez isso para disfarçar que tu es um semideus, enfim hades matou o pobre coitado por simplesmente ter dormido com a tua mãe.
- Filho eu fiquei anos sem saber nada sobre ti por mais que tentasse sempre tinha coisas a cobrir te nem mesmo a tua mãe eu conseguia encontrar devido aos mortais que ela trabalhava, lembras te disto.
Hades atiraria para os meus pés um colar que eu tinha feito quando era criança para a minha mãe eu olharia para o colar e teria um vislumbre na qual era eu a acabar o colar e dar para a minha mãe ela teria pedido para ser eu a meter no seu pescoço.
Eu corro em direcção ao Hades e dou um murro na cara dele depois tiro a minha espada a ele e atiro me em direcção a  Persefone mas antes que a minha lamina segue ao pescoço dela Hades aparece nas sombras agarraria na minha nuca e atiraria me contra o chão.
-Filho gosto da tua garra, ate me da vontade de querer ver do que tu és capaz tenta ferir me com a tua lamina e se fizeres isso eu darei uma pista sobre a morte da tua irmã e talvez um dia eu permita que veijas a tua mãe um ultima vez.
Hades largaria me e pegaria no seu bidente e falara.
-Vamos levanta te mostra me do que consegues fazer.
Eu correria e tentaria dar golpes nele com a minha espada na qual ele usaria o seu bidente para se defender sem menor esforço e seguida eu usaria a minha habilidade “Zumbi” e daria um murro nele.
-Consegui! Agora diz me o que sabes.
Gargalhadas era ouvidas da parte dele –Eu falei a tua lamina não o teu punho mas foi bom o golpe apesar de estas coisas não funcionarem assim tão bem em mim este estagio e muito fraco para usares contra um deus.
Hades agarraria me e atiraria me contra a parede e depois atacaria me com o seu bidente mas eu desviaria me a tempo rebolando pelo chão eu levantaria a minha mão e com uma forte concentração traria pequenas pedras do lado de fora do castelo quebrando as janelas depois eu fecharia a minha mão e as pedras virariam poeira em seguida atiraria a poeira na cara de hades na qual ele ficaria com a sua visão nublada, não desperdiçando esta oportunidade eu correria e daria um golpe frontal em direcção ao peito dele mas Hades agarraria a lamina da minha espada com a mão.
-Jogos sujos devo dar te os parabéns pela essa tentativa es mesmo meu filho, mas enfim parece que não iras obter nenhuma irnformaçao sobre a tua irmã eu ganhei ahahahah.
-Não será bem assim tu dizeste que darias me a informação se a minha lamina ferir te por isso acho que ganhei, ou ainda não olhaste para a tua mão “Pai”.
A mão de Hades demonstraria um pouco de sangue a escorrer pela minha lamina ele então atira me para longe e fala - Pois bem eu irei dizer te o que eu sei sobre o que aconteceu a ele a única pista que eu tenho e que foi uma das gorgonas que matou ela, elas pensavam que ela era a minha filha, sem saberem que na verdade tu e que eras o alvo delas e não a rapariga.
Tentando me levantar dos ferimentos e eu responderia.
- Entao talvez deva voltar e fazer o caminho de volta ate por onde vim.
Hades começa a rir e a dar gargalhadas.
-Ainda não melhoraste as tuas habilidades ainda tens muito a aprender um dia iras conseguir vir ate e sair sem que precisas procurar uma entrada, eu irei te ajudar a voltar ao acampamento mas antes de ires quero que saibas que sempre que quiseres falar comigo ou pedir algo qualquer informação poderás usar o fogo como meio de comunicação so terás que fazer uma ordem com o meu nome.
Hades estalaria os dedos e um buraco negro começaria a abrir dentro da lareira.
Não sabia se era confiável mas visto que ele não fez golpes muitos fatais no nosso pequeno confronto acharia que não teria problema em entrar, por isso entrei no portal mas antes de ir olho para ele e Persefone e digo.
-Isto ainda não acabou irei arranjar maneira de pagares pelos teus ciúmes Percefone, um dia Persefone eu irei atrás de ti com tudo mas por enquanto terei que treinar.
Assim que entro no portal rapidamente dou por mim deitado no meio de uma floresta , levantaria me e caminharia mas quando olho para frente notaria que estaria perante a entrada do acampamento.
Então após esta tremenda e surpresa aventura eu entraria no acampamento e iria em direçao a enfermaria.
Abaixo há uma lista de coisas a se fazer em sua missão, não é preciso fazer tudo, mas escolha pelo menos 10 itens que julgar interessante e apresente em sua missão da forma que achar mais interessante.

Objectivos:
- ter um sonho com sua família em 10 linhas (10XP)
- viajar para o submundo (5XP) ou viajar para Morpheia (5XP)
- encontrar Hades em sonhos (10XP) ou em seu castelo (10XP)
-descrever seu pai em 5 linhas (5XP)

- lutar contra 3 monstros do submundo (ganha 1 nível)
- bater um papo com Perséfone (ganha-se um item) ou Pasithea (ganha-se um Item)
- descobrir o culpado da morte de sua mãe (1 ponto de treinamento em espada) ou o culpado por matar sua irmã (1 ponto de treinamento em magia)
- encontrar Apolo em sonho (40 D$)
- se perder nalgum lugar (10XP)
- encontrar algo teu de quando era criança (1 ponto em qualquer arma que queira)
- descrever um sentimento de tristeza (ganha-se Melancolia como defeito) ou um sentimento de raiva (ganha-se Ira como defeito)
-  ter um vislumbre do passado (5XP)
- combater um Deus (1 nível)
- ortografia correta (20XP) - Avaliação do Narrador
- dinamismo do texto (20XP) - Avaliação do Narrador
- texto de até 50 linhas (20XP) ou texto de 100 linhas (50XP) ou texto de 200 linhas ou mais (100XP) - Avaliação do Narrador[/color]

regras:
[color=#ffffff]- como eu já disse, não precisa fazer tudo, escolha o que achar viável para sua história fazer sentido.
- Ao final eu contabilizarei seus ganhos e perdas e possivelmente lhe darei um item especial
-boa sorte

Armas e Equipamentos Levados:
Espada do Eclipse: Uma espada de ouro e prata, banhada por ferro estígio, tornando-a inteiramente negra e fosca. Causa 72 pontos de dano e dano dobrado em criaturas das trevas.
➤Faca de bronze Básica (+10 Ataque)
➤ Pulseira de Ouro: Essa pulseira de ouro, permite ser moldada pelo filho de Hades. Dessa forma ele sempre terá ouro por perto, não precisando vasculhar para acha-lo.
Qualidades e defeitos:

➤ Solidão
➤ Empatia
➤ Irmão
Poderes Ativos e Passivos:
➤ Principado
➤ Perícia com Bidente
➤ Filme de Terror
➤ Comunicador

Ativos
➤ Zumbi
➤ Geocinese Básica
avatar
Mensagens : 198
24
Ver perfil do usuário
Ace FoxFilhos de Hades

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MOP - Entre Dois Mundos - Ace Kurama

Mensagem por Hipnos em Dom Jul 24, 2016 5:39 pm


AVALIAÇÃO

Parabéns pela missão. Faltou um pouco de vocábulário, no sentido de não usar adequadamente as palavras. Por exemplo, quando eu quero adicionar algo, eu uso o "mais", entretanto, se eu quero usar um porem, contudo, todavia, eu uso um "mas". A dinâmica tá boazinha e você escreveu muito! Parabéns. Faltou um pouco de capricho na sua edição também.

♦2 Nv
♦ 160 XP
♦ 40 D$
♦ 2 ponto de treinamento com Espada
♦ Filhote de Cerberus: um cão de três cabeças e rabo de serpente. Ele ainda não tem poder algum, mas sabe farejar e indicar direções com precisão. Ele cresce quando você chegar no nível 20


avatar
Mensagens : 725
Ver perfil do usuário
HipnosDeuses Menores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MOP - Entre Dois Mundos - Ace Kurama

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum