Últimos assuntos
» ✮ NPC'S - TERRORISTAS ✮
Hoje à(s) 6:41 pm por Panteão

» MNM - Flores noturnas - Chandra, Alexander e Theod
Hoje à(s) 6:57 am por Chandra V. Harper

» MvP - Jake Tyler
Ontem à(s) 8:00 pm por Héstia

» EVENTO - TERROR DE HALLOWEEN
Sex Dez 15, 2017 2:17 pm por Hipnos

» White Belladona - Tenda do Albafica
Sex Dez 15, 2017 12:05 pm por Albafica

» Chalé 24: Thanatos
Sex Dez 15, 2017 12:49 am por Cecil Hyunhan

» Shiny Pawn - Serviço de venda do Ace
Qui Dez 14, 2017 7:37 pm por Ace Fox

» ♦ Treino com Livro e Magia ♦
Qui Dez 14, 2017 4:25 am por Mnemosyne

» EVENTO ON - FESTIVAL DAS UVAS
Qui Dez 14, 2017 3:40 am por Afrodite

Irmãos
3 de 5
Créditos
» Skin obtenido de Captain Knows Best creado por Neeve, gracias a los aportes y tutoriales de Hardrock, Glintz y Asistencia Foroactivo.
» Demais Créditos ao fórum e a Mayu Amakura da Lotus Graphics.
Elite
7 de 9
Parceiros
27 de 33

MOP - Amor Dividido - Alexander Pride

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MOP - Amor Dividido - Alexander Pride

Mensagem por Hipnos em Sab Jun 25, 2016 6:32 am

AMOR DIVIDIDO
Ai ai ai...


Era bem de manhãzinha quando Alex escutou a confusão que estava tendo na trilha da floresta. Aparentemente eram duas ninfas brigando por um sátiro que nem estava lá. Se elas continuassem brigando, podia ser que a floresta toda entrasse em conflito e os deuses tivessem que interferir nos assuntos do amor, e se eles se metesse, sempre alguém seria punido severamente. Então o garoto resolveu meter o dedo...

objetivo:
Abaixo há uma lista de coisas a se fazer em sua missão, não é preciso fazer tudo, mas escolha pelo menos 10 itens que julgar interessante e apresente em sua missão da forma que achar mais interessante.

- Descobrir de fato o assunto da briga (5XP)
- Tentar um suborno (5XP)
- Procurar o sátiro (25XP) ou Achar um meio delas pararem de brigar (25XP)
- Se irritar (5XP)
- lembrar de algo do passado (5XP)
- Ter um pensamento bobo (5XP)
- querer algo em troca pela ajuda (um item especial)
- comer algo oferecido pelas ninfas (20XP)
- ter enjoo (30XP) ou vomitar e ficar envenenado (30XP) ou Cair num golpe (30XP)
- descrever pelo menos três  pensamentos de orgulho (15XP)
- apaziguar o ocnflito (50XP)
- Dizer em pensamento qual das ninfas gostou mais (10XP)
- Descobrir algo novo sobre Albafica (15XP)
- Levar um tapa (50XP e -70HP )
- Dizer que ganhou uma recompensa (50 D$)
- encontrar pelo menos 1 NPC do acampamento (1 ponto de treinamento do NPC escolhido)
- ortografia correta (20XP) - Avaliação do Narrador
- dinamismo do texto (20XP) - Avaliação do Narrador
- texto de até 50 linhas (20XP) ou texto de 100 linhas (50XP) ou Texto de 200 linhas ou mais (100XP) - Avaliação do Narrador

regras:
- como eu já disse, não precisa fazer tudo, escolha o que achar viável para sua história fazer sentido.
- Ao final eu contabilizarei seus ganhos e perdas e possivelmente lhe darei um item especial
-boa sorte

Haymon Derrier
avatar
Mensagens : 725
Ver perfil do usuário
HipnosDeuses Menores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MOP - Amor Dividido - Alexander Pride

Mensagem por Alexander Pride em Sab Jun 25, 2016 10:41 pm

CORAÇÕES PARTIDOS

Filho da Magia
O canto dos passarinhos era uma praga pela manhã, tinha certeza que meu dia seria horrível, noite passada havia tido um sonho péssimo, onde eu estava caindo em um abismo sem fim e ouvindo vozes sombrias nesse abismo, não que eu tivesse medo, só queria dormir em paz sem vozes me perturbando, mas parecia ser impossível, acordei sobressaltado quando as vozes aumentaram. – Não foi um sonho. – Murmurei para mim mesmo, enquanto gemia na cama com as duas vozes chatas que estava vindo do lado de fora, aumentando mais ainda se tornando quase um grito. – Que merda, ninguém pode dormir em paz. – Sai da cama ainda vestido de pijama, só deu tempo de jogar água no rosto e escovar os dentes e arrumar o cabelo. Sai do jeito que acordei bermuda com uma camisa de manga comprida e chinelas que achei jogadas pelo chalé, nem sabia se eram minhas.  

O sol estava leve, e meu animo uma bosta, sai andando do chalé entrando na trilha onde levava a discussão. Acabei encontrando um garoto de cabelos verdes e rosto melancólico pelo caminho, ele também parecia que havia acabado de acordar e estava com uma cara muito fechada, acho que seu nome era Christian ou Tristan, alguma coisa assim. –O que houve? – Perguntei para ele, que me olhou com aqueles olhos estranhos, como se toda a melancolia estivessem neles. – Sei lá. – Foi suas únicas palavras, saindo da trilha indo para qualquer que fosse o lugar que queria ir. Quando o mesmo virou as costas, dei um pequeno grito e quando ele virou para mim, levantei o dedo do meio para ele, dando as costas indo atrás das coisinhas irritantes.

Ao chegar ao local, vi duas garotas discutindo, uma azul e uma verde, por algum motivo me veio uma lembrança à mente. “Estava com meu pai em uma sorveteria, ele sorria para mim e me mandava escolher uma cor: azul ou verde, como sempre eu não sabia qual queria e escolhi os dois.” Nem sei por que tive esse pensamento bobo, mas pareceu melhorar um pouco meu humor. A garota verde era mais bonita que a azul, e parecia ser a mais legalzinha entre elas. – O que está havendo aqui? – Perguntei entre dentes, colocando o máximo de minha insatisfação nas palavras, o que pareceu não surgir efeito, pois as garotinhas irritantes voltaram a discutir, pelo que vi eram duas ninfas. Cheguei mais perto delas. –O QUE ESTÁ HAVENDO A-Q-U-I?- Falei quase gritando, soletrando a última palavra para que elas reparassem em mim. Algo incrível, um filho de Hecate tendo que saber os motivos de briguinhas, aquilo era frustrante e nada gratificante.

As duas me olharam com raiva, tinha que levantar minha máscara rápido, antes que percebessem minha cara de nojo. –Desculpa, foi o único jeito de vocês repararem em mim. – Falei, dando o melhor dos meus sorrisos, que deixavam meus olhos brilhantes, mesmo que aquilo estivesse me matando por dentro. Elas pareceram cair, pois logo começaram a tagarelar, isso foi ainda pior e já estava ficando irritado. – Certo, certo. – Falei levantando as mãos. – Devagar, por favor. Uma de cada vez, caso contrário não entenderei nada. – Falei dando um sorriso leve, apontei o dedo indicar para a de azul, que começou a falar com calma. – Ela quer roubar o meu namorado. O Jason, meu sátiro guerreiro. – Ficando vermelha com o final do comentário, a de verde também ficou vermelha, mas não vergonha e sim de raiva.–Isso é um ultraje, ela que quer roubar o Jason de mim. – Aquilo era fantástico, um Sátiro safado e garanhão, era cada coisa que a gente encontrava na vida. – Já tentaram falar com aquele seu amigo sobre isso? – Perguntei para elas, que pareceram não entender o que eu falei de inicio, mas depois entenderam. – O Albafica?- Falaram em uníssono. Concordei com a cabeça. –Ele esta ocupado, hoje é o aniversário da morte do irmão gêmeo dele. – Falaram em uníssono, sem perceberem o que acabaram de confessar. Interessante, quer dizer que o novo deus possuía um irmão? E ainda por cima gêmeo, pelo visto aquilo não seria ruim nos fins das contas. –Você não ouviu isso. – Falaram as duas, baixando a cabeça. –Ninguém deve saber disso. Por favor, não conte a ninguém. – As duas pareciam chateadas e preocupadas, concordei com a cabeça, claro que era uma informação valiosa, mas não me serviria para nada naquele momento. – Deixa ver se eu entendi: Vocês duas gostam de um sátiro chamado Jason e que está com as duas? – Ambas concordaram. – E onde está esse Jason? – Nenhuma das duas soube responder, pelo visto não sabiam onde o sátiro estava. Precisava tentar resolver isso, algo veio a minha mente. – Que tal uma leitura de mão para deixarem esse Jason pra lá e ir buscar um novo amor? – Era um suborno, lógico, mas aquilo pareceu ofendê-las, que rejeitaram na hora. Isso era pior do que eu pensava. Filhos de Hecate eram bem conhecidos pelas suas magias, mas elas nem ao menos queriam saber disso.

Suspirei, precisava de um jeito delas pararem de brigar. – Vamos a uma competição? Aquela que fazer um ótimo aperitivo ficar com o Jason, que tal? – Falei dando um sorriso, elas pareceram considerar. –Ótimo você será nosso provador então. – Será que eu havia feito merda? Certeza que sim. Logo elas foram fazer o que eram prazer e voltaram muito rápido, cada uma com uma bandeja, com coisas naturais, frutas que eu nem ao menos conhecia. A de azul me entregou uma fruta verde, ela sorriu ao me entregar. Ao morder, senti a textura e o sabor, muito amargo, tentei cuspir, mas acho que isso seria considerado um insulto. A baba daquele negócio estava na minha boca e ao engolir meu estômago não recebeu aquilo muito bem, estava com enjoo e não poderia demonstrar isso a elas. Tentei sorrir, mas acho que fiz uma careta, era vez da de verde. Peguei a fruta azul da sua mão, ao morder senti a textura leve, não babava como o outro e o sabor era doce, ele acentuou meu enjoo, fazendo-o passar um pouco. – Eu não acho que sátiros comem frutas assim. – Falei para elas, aquilo era um erro, o que eu estava fazendo ali? Eu era melhor que isso e não me lembrava de ser filho da deusa da beleza ou do deus do amor para resolver conflitos amorosos dos outros, nem eu possuía um amor e aquele sátiro estava pegando todas, se eu o encontrasse arrancaria suas orelhas para caçar o que fazer, em vez de ficar por ai ficando com toda ninfa que encontra.  

Precisava pensar em uma solução, mas nada vinha a minha mente. – Sabe, eu poderia ajuda-las. Mas quero algo em troca. – As duas me olharam firme, como se tivessem vendo minha alma, não gostei daqueles olhares, mas não iria aparentar isso apenas dei mais um de meus sorrisos, enquanto pensava em uma ótima solução. – Tudo bem, o que você quer e como pode ajudar? – Perguntaram elas em uníssono, estava quase certo que eram gêmeas, falava sempre juntas. –Quero algo mágico e poderoso, vou atrás do seu sátiro. Quando eu voltar eu digo onde ele está e se possível o trago aqui para escolher qual das duas ele quer e vocês me dão o objeto. Certo? – Elas concordaram adentrando a floresta talvez indo atrás do possível objeto.



Sai à procura desse sátiro chamado Jason, nem reparei que outros semideuses estavam me olhando, eu devia está ou muito lindo ou muito desarrumado, esperava que fosse a primeira opção. Único lugar onde poderia saber alguma informação era com certo deus, um deus que eu havia certeza que possuía muita preguiça e um pouco de loucura. Fui à casa grande atrás do Sr. D, como sempre o achei sentado em sua mesa, escrevendo algo e com sua Coca-Cola ao lado. – Ei, senhor D. Quero saber de uma coisa. – Ele nem ao menos levantou a cabeça, apenas murmurou algo sobre o que eu queria. – O senhor sabe onde está o sátiro de nome Jason? – Ele suspirou e me olhou, tomando primeiro um gole de seu refrigerante, ele fez aquilo de propósito, me colocando para esperar, como se eu fosse um subordinado, deu vontade de dar as costas para ele, mas isso seria errado, ele era um deus e poderia simplesmente me fazer desaparecer da face da terra, não queria arriscar.

–Deixa eu pensar: Jason, Jason, Jason. Ah, ele está morto, acabei de receber a noticia, foi buscar um semideus e no caminho encontrou um monstro e acabou sendo morto. – Aquilo foi pior do que esperado, aquelas ninfas surtariam. Falei obrigado e sai da casa indo para a trilha, onde encontrei as duas ninfas de voltas, com um embrulho. –Bom, tenho duas noticias. Um ruim e outra talvez ruim ou não. – Suspirei, aquilo era errado, mesmo sendo eu, sabia que isso poderia fazê-las endoidar, precisaria ir com calma. A ninfa verde me entregou o embrulho azul e verde, que na verdade eram folhas em volta do objeto, um tanto leve e ao mesmo tempo pesado, queria saber o que era. –Bom, ele não irá escolher nenhuma das duas. – Decidi jogar a bomba mais leve, elas me olharam boquiabertas, não acreditando no que eu havia dito.

– Por quê? – Perguntaram em uníssono, querendo chorar ambas e quando já iam jogar a culpa uma na outra, decide intervir. –Ele era leal e forte, um ótimo guerreiro, sabe? Ele salvou muitos semideuses e vocês devem ama-lo por isso, mas ele... uhm... Como posso dizer... Não voltou da última missão. Ele morreu salvando um semideus. – Falei logo, ambas começaram a chorar, falando várias coisas ao mesmo tempo, não havia entendido nada, para ser sincero. Olhei para elas e tentei falar palavras consoladoras, mas nada vinha a minha mente. –Bom, ele era um ótimo guerreiro, deve reencarnar em alguma planta. – As duas já estavam abraçadas, como se fossem amigas de muitos anos, chorando uma no braço da outra. –Bom, vocês podem procura-lo quando o mesmo reencarnar e cuidar dele, que tal? – Elas pareceram mais conformadas com isso, e apenas acenaram, voltando para a floresta, suspirei indo para o chalé, aquilo até que havia sido bom, ganhei um objeto, descobri algumas informações importantes e havia ajudado duas ninfas, bom, pelo menos elas pararam de brigar o que já foi ótimo.

Objetivos:

- Descobrir de fato o assunto da briga (5XP) - Concluído
- Tentar um suborno (5XP) - Concluído
- Procurar o sátiro (25XP) ou Achar um meio delas pararem de brigar (25XP) - Concluído
- Se irritar (5XP) - Concluído
- lembrar de algo do passado (5XP) - Concluído
- Ter um pensamento bobo (5XP) - Concluído
- querer algo em troca pela ajuda (um item especial) - Concluído
- comer algo oferecido pelas ninfas (20XP) - Concluído
- ter enjoo (30XP) ou vomitar e ficar envenenado (30XP) ou Cair num golpe (30XP) - Concluído
- descrever pelo menos três  pensamentos de orgulho (15XP) - Concluído
- apaziguar o conflito (50XP) - Concluído
- Dizer em pensamento qual das ninfas gostou mais (10XP) - Concluído
- Descobrir algo novo sobre Albafica (15XP) - Concluído
- encontrar pelo menos 1 NPC do acampamento (1 ponto de treinamento do NPC escolhido) - Concluído
- ortografia correta (20XP) - Avaliação do Narrador
- dinamismo do texto (20XP) - Avaliação do Narrador
- texto de até 50 linhas (20XP) ou texto de 100 linhas (50XP) ou Texto de 200 linhas ou mais (100XP) - Avaliação do Narrador

avatar
Mensagens : 123
Ver perfil do usuário
Alexander PrideFilhos de Hecate

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MOP - Amor Dividido - Alexander Pride

Mensagem por Hipnos em Seg Jun 27, 2016 5:01 am


AVALIAÇÃO

Parabéns pela missão. Sei que foi difícil realizar essa missão divido ao temperamento do teu personagem, mas fica aqui minhas congratulações.

♦ 330 XP
♦ 1 ponto de treinamento com corrente
♦ Sangue de Albafica [um vidrinho contendo sangue do jovem Deus Albafica. Ele é super venenoso e bem vermelho ao contrário dos outros deuses. Se ingerido causa intoxicação. Pode ser usado em forja]

avatar
Mensagens : 725
Ver perfil do usuário
HipnosDeuses Menores

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: MOP - Amor Dividido - Alexander Pride

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum